O marxismo crítico de Guy Debord: Uma revisitação Situacionista de Maio de 1968

Aufklärung 5 (2):195-208 (2018)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
Neste ensaio, pretendemos evidenciar o marxismo crítico de Guy Debord a partir de uma revisitação de Maio de 1968. Cinquenta anos depois deste evento, com efeito, impõe‑se a pergunta: «Em que medida a definição situacionista da subjectividade anticapitalista ainda mantém a sua pertinência histórico‑crítica?» Não sendo simples, a resposta equivale, afinal, à avaliação do marxismo debordiano, tendo em vista discriminar, a seu respeito, o que está vivo e o que está morto.
ISBN(s)
PhilPapers/Archive ID
CAROMC-5
Revision history
Archival date: 2019-07-29
View upload history
References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Added to PP index
2019-05-30

Total views
21 ( #40,845 of 42,948 )

Recent downloads (6 months)
21 ( #27,295 of 42,948 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks to external links.