Immanuel Kant - Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião (estudo introdutório [extrato]) [Extrato]

In Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião. Petrópolis - Cascatinha, Petrópolis - RJ, Brasil: pp. 7-53 (2019)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
O manuscrito estudantil das Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião, ministradas muito provavelmente no semestre de inverno de 1783/84, foi publicado pela primeira vez em 1817 por Karl Heinrich Ludwig Pölitz. Kant ministrou essas Lições tendo como base escritos metafísicos e teológicos que tinham sido publicados por influentes filósofos alemães de sua época (Alexander Gottlieb Baumgarten, Johann August Eberhard und Christoph Meiners). Mas, em suas Lições, Kant não apenas faz referência à posição desses filósofos. Ao contrário, ele também os comenta e os critica, fornecendo importantes indicações de sua perspectiva filosófica sobre problemas que estão localizados na interface entre teologia, religião, metafísica e filosofia moral. O leitor desses manuscritos adquire uma impressão bastante favorável do alto nível em que Kant e seus contemporâneos refletiram por exemplo sobre as (segundo ele, três possíveis) provas especulativas da exisência de Deus. Kant acredita firmemente que moral e filosofia moral não se baseiam na teologia. Muito pelo contrário, a teologia (Deus como postulado da razão prática) se beneficia primeiramente da filosofia moral que por sua vez vai se beneficiar, do ponto de vista motivacional, dessa teologia fundada criticamente. As Lições Sobre a Doutrina Filosófica da Religião são indubitavelmente uma importante fonte para a nossa compreensão da filosofia crítica de Kant. Heiner F Klemme (Martin Luther Universität – Halle – Wittenberg)
PhilPapers/Archive ID
CUNIK
Upload history
Archival date: 2019-09-23
View other versions
Added to PP index
2019-09-23

Total views
99 ( #38,283 of 55,913 )

Recent downloads (6 months)
38 ( #20,738 of 55,913 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.