Recital A Anunciação para Palavras Perdidas

Rio de Janeiro, Brasil: CBJE Editora (2017)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
Afonso Penna Mascarenhas Júnior Ouro Preto, 26 de março de 2013. Juliano, As coisas, palavras e sentimentos não só começam a fazer sentido, quando já estão em pleno exercício da fé, do amor e da esperança. Você, Juliano, terno/menino/homem e já tão consciente; são nítidas as impressões, um plácido regato, um manso cordeiro. Consciência do saber da beleza que não é mais ilusão, do atávico medo do homem-urbano, do pavor de todos nós... Alinhave tuas palavras, que concretas serãoa nos traspassar a augusta paz nas linhas em louvor à Criação. Juliano ave, De aflito e frenético vôo... Albatroz da paisagem humana, ao norte do simples rural, singelo e puro... Traga-nos sempre em tuas linhas do chão ao céu repleto de intenção em teus/nossos sentimentos que não são mais presságios, mas definitivos. Obrigado, por nos lembrar o que ainda podemos ser; obrigado por teus amarelos sóis que nos fazem afastar nosso medo em reais reflexões outonais; para quem fomos e ou para aonde poderemos voltar... Abraço, Afonso Penna.
Keywords
PhilPapers/Archive ID
OZGRAA
Upload history
Archival date: 2017-10-17
View other versions
Added to PP index
2017-10-17

Total views
123 ( #35,285 of 57,134 )

Recent downloads (6 months)
10 ( #47,843 of 57,134 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.