14 found
Order:
See also
João Branquinho
Universidade de Lisboa
  1. Are Salmon's 'Guises' Disguised Fregean Senses?João Branquinho - 1990 - Analysis 50 (1):19 - 24.
    In a review of Frege's Puzzle1, Graeme Forbes makes the claim that Salmon's account of belief might be seen, under certain conditions, as a mere notational variant of a neo-Fregean theory; and thus that such an account might be reduced to a neo-Fregean one simply by rewriting it in terms of Fregean terminology. With a view to supporting his claim, Forbes offers an outline of an account of belief which, according to him, would satisfy the following conditions: (i) it could (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  2.  31
    Regressões ao Infinito em Metafísica.João Branquinho & Guido Imaguire - 2014 - Compêndio Em Linha de Problemas de Filosofia Analítica.
    Este ensaio consiste num exame crítico da estrutura e do valor de um conjunto diverso de argumentos por regressão ao infinito que têm sido objecto de discussão recorrente na metafísica contemporânea. O seminal livro de David Armstrong Nominalism and Realism (Armstrong 1978) contém uma das mais compreensivas discussões de argumentos regressivos em metafísica, os quais variam entre argumentos que foram de facto avançados ao longo da história da disciplina (como o Argumento do Terceiro Homem, de Platão) e argumentos construídos de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  28
    Existência.João Branquinho - 2015 - Compêndio Em Linha de Problemas de Filosofia Analítica.
    Neste ensaio, discutem-se cinco questões acerca da existência: 1. É a existência representável em termos de quantificação? 2. É a existência um predicado" real", de primeira ordem? 3. É existir o mesmo que ser? 4. Existe tudo? 5. Qual é a forma lógica de afirmações de existência? São introduzidas e examinadas algumas das mais salientes posições acerca destas questões, em especial a concepção Frege-Russell da existência e diversas concepções recentes neo-Meinongianas. Defendemos as seguintes três teses acerca daquilo que deve ser (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. In Defense of Obstinacy.João Branquinho - 2003 - Philosophical Perspectives 17 (1):1–23.
    The aim of this paper is to make the case for the obstinacy thesis. This is the thesis that proper names like ‘Hitler’, demonstratives like ‘this’, pure indexicals like ‘I’, and natural kind terms like ‘water’ and ‘gold’, are obstinately rigid terms. An obstinately rigid term is one that refers to the object that is its actual referent with respect to every possible world (hence, a fortiori, even with respect to worlds where that object does not exist). This form of (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  5.  19
    Significado e Cognição. O Legado de Frege.João Branquinho - 2016 - In Léo Peruzzo Júnior E. Bortolo Valle (ed.), Filosofia da Linguagem. Curitiba, PR, Brasil: pp. 9 - 52.
    Queremos neste ensaio caracterizar de modo introdutório o essencial do legado de Gottlob Frege para a Filosofia da Linguagem contemporânea, identificando e caracterizando os traços distintivos mais genéricos de uma teoria do significado (ou conteúdo semântico) inspirada nas suas ideias seminais e contrastando-a com outras concepções actuais influentes acerca do significado, em especial as posições sobre o conteúdo singular (conteúdo expresso por nomes próprios e outros termos singulares) remotamente inspiradas em ideias de John Stuart Mill.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Indexical Sinn: Fregeanism Versus Millianism.João Branquinho - 2014 - Revista de Filosofia Aurora 26 (39):465-486.
    This paper discusses two notational variance views with respect to indexical singular reference and content: the view that certain forms of Millianism are at bottom notational variants of a Fregean theory of reference, the Fregean Notational Variance Claim; and the view that certain forms of Fregeanism are at bottom notational variants of a direct reference theory, the Millian Notational Variance Claim. While the former claim rests on the supposition that a direct reference theory could be easily turned into a particular (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. A Forma Lógica de Afirmações de Existência.João Branquinho - 1998 - Disputatio 5 (s1):05-33.
    Há alguns anos atrás, algumas pessoas acreditavam que a tese de que a existência não é um predicado, uma tese defendida por autoridades como Gottlob Frege e Bertrand Russell, era um dos traços distintivos da chamada filosofia analítica. Que uma tal crença é afinal falsa pode ser tomado como mais um sinal da vitalidade e do anti-dogmatismo que caracterizam em geral a tradição analítica; e o mesmo se aplica a quaisquer outras crenças do género, que comprometam esta tradição com teses (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. On the Individuation of Fregean Propositions.João Branquinho - 2000 - The Proceedings of the Twentieth World Congress of Philosophy 2000:17-27.
    The aim of the paper is to sketch a principle of individuation that is intended to serve the Fregean notion of a proposition, a notion I take for granted. A salient feature of Fregean propositions, i.e. complexes of modes of presentation of objects, is that they are fine-grained items, so fine-grained that even synonymous sentences might express different Fregean propositions. My starting point is the principle labelled by Gareth Evans the Intuitive Criterion of Difference for Thoughts, which states that it (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  14
    Sense and Meaning.João Branquinho - 2005 - In Cognition and Content. Lisboa, Portugal:
    This paper discusses some relations between the notion of Fregean sense and the notion of linguistic meaning. It argues that these notions come apart from one another even in the case of non-indexical expressions. In particular, synonymous non-indexical expressions may be assigned different Fregean senses with respect to certain contexts of use.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  12
    Inexistência e Obstinação.João Branquinho - 2013 - In Adriana V. Serrão, Carla M. Simões, Elisabete M. De Sousa, Filipa Afonso, Maria Luísa Ribeiro Ferreira & Ubirajara Rancan de Azevedo Marques (eds.), Poética da razão: homenagem a Leonel Ribeiro dos Santos. Lisboa, Portugal: pp. 385-397.
    Queremos neste ensaio introduzir um esboço de uma semântica simples e adequada para uma classe importante de predicações singulares de inexistência, ou frases existenciais singulares negativas. Frases deste género, como “Sócrates (já) não existe” e “O pássaro Dódó não existe”, são usualmente tidas como de algum modo paradoxais e semanticamente problemáticas. O modelo semântico que vamos delinear para tais frases, que desejavelmente se caracteriza pela simplicidade e pela economia, depende no entanto de duas importantes e substantivas suposições de partida, e, (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  80
    Singular Propositions and Modes of Presentation.João Branquinho - 1996 - Disputatio (1):05-21.
    The aim of this paper is to survey a number of features which are constitutive of the Millian account of attitude-ascription and which I take to be irremediably defective. The features in question, some of which have not been fully appreciated, relate mainly to the failure of that account to accommodate certain fundamental aspects of our ordinary practise of attitude attribution. I take it that one’s definitive method of assessment of a given semantical theory consists in checking out whether or (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  4
    Nota sobre o Descritivismo Circular.João Branquinho - 2011 - Philosophy@Lisbon - International eJournal 1:45 - 54.
    O artigo oferece diversas formulações da teoria da referência nominal conhecida como descritivismo circular ou meta-linguístico, introduzindo e discutindo diversos argumentos contra ela.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  53
    Cognition and Content.João Branquinho - 2005 - Lisboa, Portugal: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa.
    Os tópicos e problemas filosóficos discutidos no volume são de natureza bastante variada: a natureza da complexidade computacional no processamento de uma língua natural; a relação entre o significado linguístico e o sentido Fregeano; as conexões entre a a agência e o poder; o conteúdo semântico da ficção; a explicação dos impasses éticos; a natureza dos argumentos cépticos; as conexões entre as dissociações cognitivas e o carácter modular da mente; a relação entre a referência e o significado. Estes tópicos deixam-se (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos.João Branquinho, Desidério Murcho & Nelson Gonçalves Gomes (eds.) - 2006 - São Paulo, SP, Brasil: Martins Fontes.
    Esta enciclopédia abrange, de uma forma introdutória mas desejavelmente rigorosa, uma diversidade de conceitos, temas, problemas, argumentos e teorias localizados numa área relativamente recente de estudos, os quais tem sido habitual qualificar como «estudos lógico-filosóficos». De uma forma apropriadamente genérica, e apesar de o território teórico abrangido ser extenso e de contornos por vezes difusos, podemos dizer que na área se investiga um conjunto de questões fundamentais acerca da natureza da linguagem, da mente, da cognição e do raciocínio humanos, bem (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark