Results for 'Vania Lucia De Morais Ribeiro'

880 found
Order:
  1.  98
    Another Look at ADHD.Vania Lucia De Morais Ribeiro & Jose' Carlos Cavalheiro da Silveira - 2009 - Dialogues in Philosophy, Mental and Neuro Sciences 2 (2):52-53.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. Ensaios sobre a filosofia de Hume.Jaimir Conte, Marília Cortês de Ferraz & Flávio Zimmermann - 2016 - Santa Catarina: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
    1. Hume e a Magna Carta: em torno do círculo da justiça, Maria Isabel Limongi; 2. Hume e o problema da justificação da resistência ao governo, Stephanie Hamdan Zahreddine; 3 O surgimento dos costumes da sociedade comercial e as paixões do trabalho, Pedro Vianna da Costa e Faria; 4. O sentido da crença: suas funções epistêmicas e implicações para a teoria política de Hume, Lilian Piraine Laranja; 5. O Status do Fideísmo na Crítica de Hume à Religião Natural, Marília Côrtes (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  3
    Contribuições da filosofia de Charles S. Peirce para uma investigação acerca de questões de fenomenologia e ontologia das obras de arte.Lucia Ferraz Nogueira de Souza Dantas - 2019 - Dissertation, PUC-SP (São Paulo)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. O conhecimento científico nos Segundos Analíticos de Aristóteles : causa e necessidade na demonstração.Francine Maria Ribeiro - 2011 - Dissertation, University of Campinas (UNICAMP)
    De acordo com Aristóteles, conhecemos algo cientificamente quando apreendemos a causa pela qual essa coisa é e apreendemos, também, certa relação necessária entre aquilo que pretendemos conhecer e o que descobrimos ser a causa adequada que explica por que tal fato é o caso. Além disso, o filósofo identifica o conhecimento científico com a posse de um silogismo científico ou demonstração. Neste trabalho, analisamos a relação entre a teoria demonstrativa que Aristóteles desenvolve, principalmente, no livro I dos Segundos Analíticos e (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   4 citations  
  5. Reflexões sobre a arte contemporânea à luz da Teoria da Formatividade de Luigi Pareyson.Lucia Ferraz Nogueira de Souza Dantas - 2013 - Dissertation, Faculdades São Bento, Brazil
    A proposta é construir uma ponte de intersecção entre os pensamentos de Pareyson, Aristóteles e Platão, e, ancorando-a nos conceitos cunhados na Teoria da Formatividade, expor como o filósofo italiano relê as problemáticas colocadas pelos filósofos gregos antigos e de que maneira esta interseção de pensamentos e conceitos contribuem para a reflexão sobre Arte na atualidade e em particular para a análise da produção pictórica de Gerhard Richter.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  6. A Concepção de Guilherme de Ockham sobre as Ciências Intermediárias entre a Física e a Matemática.Marcélio José Ribeiro - 2004 - Thesis 1 (1):51-68.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  60
    Sobre a tradução de enérgeia e entelékheia em Física III, 1-3.Luís Felipe Bellintani Ribeiro - 2019 - Anais de Filosofia Clássica 13 (25):57-69.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Skeptical Fideism in Cicero’s De Natura Deorum.Brian Ribeiro - 2019 - Logos and Episteme 10 (1):95-106.
    The work of Richard H. Popkin both introduced the concept of skeptical fideism and served to impressively document its importance in the philosophies of a diverse range of thinkers, including Montaigne, Pascal, Huet, and Bayle. Popkin’s landmark History of Scepticism, however, begins its coverage with the Renaissance. In this paper I explore the roots of skeptical fideism in ancient Greek and Roman philosophy, with special attention to Cicero’s De Natura Deorum, the oldest surviving text to clearly develop a skeptical fideist (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  51
    Demonstração e Silogismo nos Analíticos de Aristóteles.Francine Maria Ribeiro - 2010 - Cadernos da Graduação 8:153-161.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  56
    Arquétipos Morais: ética na pré-história.Roberto Thomas Arruda (ed.) - 2020 - Terrra à Vista.
    A tradição filosófica das abordagens da moral tem predominantemente como base conceitos e teorias metafísicas e teológicas. Entre os conceitos tradicionais de ética, o mais proeminente é a Teoria do Comando Divino (TCD). De acordo com a TCD, Deus dá fundamentos morais à humanidade desde sua criação e por meio de revelações. Assim, moralidade e divindade seriam inseparáveis desde a civilização mais remota. Esses conceitos submergem em uma estrutura teológica e são principalmente aceitos pela maioria dos seguidores das três (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  74
    Reflexões sobre a arte contemporânea à luz da Teoria da Formatividade de Luigi Pareyson.Lucia Ferraz Nogueira S. Dantas - 2013 - Dissertation, Faculdades São Bento, SP, Brazil
    A proposta é construir uma ponte de intersecção entre os pensamentos de Pareyson, Aristóteles e Platão, e, ancorando-a nos conceitos cunhados na Teoria da Formatividade, expor como o filósofo italiano relê as problemáticas colocadas pelos filósofos gregos antigos e de que maneira esta interseção de pensamentos e conceitos contribuem para a reflexão sobre Arte na atualidade e em particular para a análise da produção pictórica de Gerhard Richter.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. Para ampliar el canon democrático.Gerard Delanty, Rainer Bauböck, Ivaylo Ditchev, António Sousa Ribeiro, Rada Ivekovic, Edouard Glissant, Charles Taylor, Leonardo Avritzer, Boaventura de Sousa Santos & Axel Honneth - forthcoming - Res Publica.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  13. A Matéria (Hyle) no Livro Lambda da Metafísica.Marcelo Fonseca Ribeiro de Oliveira - 2014 - Inconfindentia 2 (3):1-12.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. Roberto Grosseteste: Física e Matemática. Comentário de Roberto Grosseteste à Físcia.Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento - 2009 - Educação E Filosofia 23 (45):201-228.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  66
    Aristóteles e a metábase.Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento - 2006 - Scintilla: Revista de Filosofia e Mística Medieval 3 (2):109-147.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16. AS RELAÇÕES ENTRE “FINS” E “MEIOS” E A RELEVÂNCIA MORAL DA PHRONESIS NA ÉTICA DE ARISTÓTELES.Lucas Angioni - 2009 - Revista Filosófica de Coimbra 18 (35):185-204.
    I discuss three kinds of relationship between ends and means (or "things that promote ends") in the Aristotelian ethical theory, in order to clarify how moral virtues and phronesis are related both in adopting ends and in determining means for virtuous actions. Phronesis seems to be mainly charged with determining means for an end given by the moral virtues, but it must involve some conception of ends too. Phronesis cannot be parasitic on moral virtue concerning the conception of ends, for (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   14 citations  
  17. O Conflito Moral de Neoptólemo : uma leitura aristotélica da tragédia Filoctetes (EN VII 1146a16-21e 1151b17-22).Angelo Antonio Pires de Oliveira - 2017 - Hypnos 38:72-92.
    Contrapondo-se às interpretações que sobrevalorizam o papel da razão nas escolhas dos fins morais, pretendo resgatar o papel positivo que a virtude do caráter, uma virtude não-racional, pode exercer em tais escolhas. Isto será feito levando em consideração a análise que Aristóteles faz da crise moral de Neoptólemo na tragédia Filoctetes.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18. Lições de Ética - Immanuel Kant (Estudo Introdutório [extrato]).Bruno Cunha - 2018 - In Bruno Cunha & Charles Feldhaus (eds.), Lições de Ética - Immanuel Kant. São Paulo, SP, Brasil: pp. p.7-53.
    No centro da filosofia moral de Kant está sem dúvida sua doutrina do imperativo categórico. Por esse motivo não é de se surpreender que a Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785), na qual Kant explica, em detalhes, essa doutrina pela primeira vez, tenha sido o foco da atenção por décadas. Mas há alguns anos é observável uma significativa mudança na literatura que é univocamente bem vinda: ao lado da pesquisa das Doutrinas da Virtude e do Direito publicadas por Kant nos (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  50
    Breve Histórico do Ensino de Filosofia no Brasil.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    O ensino de filosofia seguiu uma rota tortuosa desde a colônia até os tempos atuais. O breve histórico desse percurso tem o objetivo de reafirmar a necessidade dessa disciplina no currículo escolar, sobretudo porque sempre há aqueles que a consideram de pouca importância. No entanto, em um mundo cada vez mais pragmático, a formação exclusivamente técnica de nossos jovens dificulta o processo de conscientização crítica, além de desprezar a herança de uma sabedoria milenar. Os primeiros tempos No Brasil, desde o (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. Sobre a recepção do conceito de Verantwortlichkeit de Wilhelm Windelband na antinomia das éticas da convicção e da responsabilidade de Max Weber/The reception of Wilhelm Windelband’s concept of Verantwortlichkeit in Max Weber’s antinomy between the ethic of conviction and the ethic of responsibility.Luis F. Roselino - 2013 - Seara Filosófica 7:1-12.
    In the following pages, the main proposal is to indicate how Max Weber has dialogued directly with some prerogatives from Kant’s Critic of practical Reason, following the reception of Wilhelm Windelband’s concept of “responsibility” (Verantwortlichkeit) and his theory of values. In sight of these influences, in this paper will be argued how Weber adherence to the neo-Kantian value concept has made possible a review on the categorical imperatives, which has turned his reading from Kantian philosophy to the proposal of an (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  66
    AS SOMBRAS CEGAS DE NARCISO (um estudo psicossocial sobre o imaginário coletivo).Roberto Thomas Arruda (ed.) - 2020 - Terra à Vista.
    No presente trabalho, vamos abordar algumas das questões essenciais sobre o imaginário coletivo e suas relações com a realidade e a verdade. Devemos encarar esse assunto em uma estrutura conceptual, seguida pela análise factual correspondente às realidades comportamentais demonstráveis. Adotaremos não apenas a metodologia, mas principalmente os princípios e proposições da filosofia analítica, que com certeza serão evidentes ao longo do estudo e podem ser identificados pelos recursos descritos por Perez[1] : Rabossi (1975) defende a ideia de que a filosofia (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  62
    Sobre Uma faculdade superior de apetição compreendida como razão prática: Kant em diálogo com Wolff.Bruno Cunha - 2016 - Kriterion: Journal of Philosophy 57 (135):641-657.
    RESUMO Neste artigo, busco identificar, por meio de algumas passagens da "Fundamentação da Metafísica dos Costumes" e da "Crítica da Razão Prática", o debate de Kant com a Filosofia Prática Universal de Wolff. Em um primeiro momento, apresento, de forma sucinta, alguns aspectos gerais da metafísica e da ética wolffiana com o intuito de, em um segundo momento, explicitar como algumas considerações de Kant, em suas duas primeiras obras morais, incidem diretamente nas teses de seu predecessor. A crítica de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  61
    Sociologia do Trabalho: O Trabalho e a Sua Evolução Conceitual ao Longo Da História – Sobre A Definição de Trabalho.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    SOCIOLOGIA DO TRABALHO: O TRABALHO E A SUA EVOLUÇÃO CONCEITUAL AO LONGO DA HISTÓRIA – SOBRE A DEFINIÇÃO DE TRABALHO -/- -/- SOCIOLOGY OF WORK: WORK AND ITS CONCEPTUAL EVOLUTION THROUGH HISTORY – ON THE DEFINITION OF WORK -/- -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br. WhatsApp: (82)98143-8399. -/- -/- RESUMO -/- Começamos, diminuto, com uma análise da complexidade do conceito de “trabalho”. Apresento ao leitor as várias interpretações que o mesmo termo (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24. Diagnosis of Wildlife Received and Rescued by the Instituto Ecologico Buzios de Mata Atlantica Around the Pau-Brasil Environmental Protection Area in the Lake District, RJ.Pedro Dutra Lacerda, Bruno Corrêa Barbosa, Mariana Paschoalini & Tatiane Tagliatti Maciel - 2014 - Boletim Do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego 8 (1):75-82.
    This study aimed to survey wild species voluntarily received or rescued in the Lake District, State of Rio de Janeiro, in 2011. The research aimed to identify endangered species, quantify the groups and know the destination given to specimens. The records were obtained from the Instituto Ecológico Búzios Mata Atlântica, an NGO responsible for the Environmental Protection Area named Pau-Brasil and for the Lake District. The analysis showed that 181 animals were seized, 51% mammals (13 species), 25% reptiles (13 species), (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25. Morality's Place: Kierkegaard and Frankfurt.Christian Piller - 2008 - Revista Portuguesa de Filosofia 64 (2/4):1207 - 1219.
    The aim of this paper is to look at Søren Kierkegaard's defence of an ethical way of life in the light of Harry Frankfurt's work. There are salient general similarities connecting Kierkegaard and Frankfurt: Both are sceptical towards the Kantian idea of founding morality in the laws of practical reason. They both deny that the concerns, which shape our lives, could simply be validated by subject-independent values. Furthermore, and most importantly, they both emphasize the importance of reflective endorsement of one's (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  26. Symbols Are Not Uniquely Human.Sidarta Ribeiro, Angelo Loula, Ivan Araújo, Ricardo Gudwin & Joao Queiroz - 2006 - Biosystems 90 (1):263-272.
    Modern semiotics is a branch of logics that formally defines symbol-based communication. In recent years, the semiotic classification of signs has been invoked to support the notion that symbols are uniquely human. Here we show that alarm-calls such as those used by African vervet monkeys (Cercopithecus aethiops), logically satisfy the semiotic definition of symbol. We also show that the acquisition of vocal symbols in vervet monkeys can be successfully simulated by a computer program based on minimal semiotic and neurobiological constraints. (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   6 citations  
  27.  67
    A New Imagery Debate: Enactive and Sensorimotor Accounts.Lucia Foglia & J. Kevin O’Regan - 2016 - Review of Philosophy and Psychology 7 (1):181-196.
    Traditionally, the “Imagery Debate” has opposed two main camps: depictivism and descriptivism. This debate has essentially focused on the nature of the internal representations thought to be involved in imagery, without addressing at all the question of action. More recently, a third, “embodied” view is moving the debate into a new phase. The embodied approach focuses on the interdependence of perception, cognition and action, and in its more radical line this approach promotes the idea that perception is not a process (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  28.  48
    Constrangimento e ignorância da teoria aristotélica do ato voluntário.Daniel Simão Nascimento - 2017 - Hypnos. Revista Do Centro de Estudos da Antiguidade 1 (38):33-55.
    Neste artigo é apresentada uma interpretação dos critérios propostos por Aristóteles para separar as ações voluntárias das demais ações, assim como do tratamento aristotélico das ações mistas, das não-voluntárias e das reações morais que lhes são devidas. A interpretação defendida se concentra na Ética Nicomaquéia (EN) e faz uso da Ética Eudêmia (EE) apenas ocasionalmente. Só podemos afirmar que agimos de forma involuntária ou não-voluntária quando somos constrangidos a sofrer uma determinada ação ou quando realizamos algo por acidente.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29.  15
    Toward a Reassessment of Kant’s Notion of Rhetoric. On Kant’s Theory and Practice of Popularity According to Ercolini and Santos.Roberta Pasquarè - 2020 - Studia Kantiana 2 (18):109-119.
    According to a common misconception, Kant rejects rhetoric as worthy of no respect and neglects popularity as a dispensable accessory. Two recent publications on the communicative dimension of Kant’s conception and practice of philosophy represent a very solid rebuttal of such criticism. The books in question are Kant’s Philosophy of Communication by G. L. Ercolini and A linguagem em Kant. A linguagem de Kant edited by Monique Hulshof and Ubirajara Rancan de Azevedo Marques, especially in light of the long chapter (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Natureza humana, dever moral e finalidade do Estado em Maquiavel.José Luiz Ames - 2006 - Reflexão 31 (90):63-70.
    Partimos do estudo na noção de homem presente no pensamento de Maquiavel para estabelecer a idéia de Estado e sua relação com a ética. Existe, quanto a esta questão, uma vasta polêmica na tradição interpretativa e que podemos reduzir a duas perspectivas fundamentais. Primeira: Maquiavel compreende a natureza humana como corrompida de forma definitiva, o que transforma o Estado em instrumento puramente coator da malevolência humana. Nesta ótica, não há espaço para pensar em finalidades éticas do Estado. Segunda: mesmo partindo (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31. A Ética da Crença (verbete).Eros Carvalho - manuscript
    Há pelo menos três modos pelos quais o debate sobre a conduta doxástica se relaciona com a ética. O primeiro e menos contencioso assinala que o ato de crer, analogamente às ações morais, responde a um tipo de normatividade, não necessariamente moral. Por exemplo, as normas para o ato de crer podem ser puramente epistêmicas. Nesse caso, essas normas diriam respeito a como o agente deve visar ou buscar a verdade. O segundo modo como o debate da ética da (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32. A eudaimonía e a conexão das virtudes na Ética a Nicômaco.Roberto Robinson Bezerra Catunda - 2011 - Dissertation, Universidade Estadual Do Ceará (UECE), Brazil
    O objetivo dessa dissertação é discutir alguns conceitos que dizem respeito ao estatuto da eudaimonía, tendo como pressuposto que o texto da Ética a Nicômaco possa por si só esclarecer como ela é entendida por Aristóteles. Na minha hipótese, as discussões metodológicas estabelecidas no livro I servem como orientações suficientes para esclarecer a relação entre a realização da eudaimonía e o exercício das virtudes da alma, sem com isso haver a necessidade de que recorramos a outras obras de Aristóteles. Em (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33. O que é metafísica.Jaimir Conte & Oscar Federico Bauchwitz - 2011 - Natal, RN, Brasil: Editora da UFRN.
    Atas do III Colóquio Internacional de Metafísica. [ISBN 978-85-7273-730-2]. Sumário: 1. Prazer, desejo e amor-paixão no texto de Lucrécio, por Antonio Júlio Garcia Freire; 2. Anaximandro: física, metafísica e direito, por Celso Martins Azar Filho; 3. Carta a Guimarães Rosa, por Cícero Cunha Bezerra; 4. Ante ens, non ens: La primacía de La negación em El neoplatonismo medievel, por Claudia D’Amico; 5. Metafísica e neoplatonismo, por David G. Santos; 6. Movimento e tempo no pensamento de Epicuro, por Everton da Silva (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34. Biografia sobre René Descartes.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    RENÉ DESCARTES: UMA BIOGRAFIA -/- RENÉ DESCARTES: A BIOGRAPHY -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - CAP-UFPE, IFPE-BJ e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br. WhatsApp: (82)98143-8399. -/- -/- Nascido em 1596 em Haia, nas fronteiras de Touraine e Poitou, em uma família nobre, René Descartes vem ao mundo ao mesmo ano em que Johannes Kepler (1671-1630), em seu primeiro trabalho publicado (Mysterium cosmographicum), prova a superioridade da astronomia moderna (a de Nicolau Copérnico (1473-1543)) da astronomia antiga (a de Ptolomeu (90-168 (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35.  67
    Crítica à Metafísica.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Alana Thaís da Silva - manuscript
    -/- FILOSOFIA: CRÍTICA À METAFÍSICA -/- PHILOSOPHY: CRITICISM TO METAPHYSICS -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - UFRPE Alana Thaís Mayza da Silva - CAP-UFPE RESUMO: A Metafísica (do grego: Μεταφυσική) é uma área inerente à Filosofia, dito isto, é uma esfera que compreende o mundo e os seres humanos sob uma fundamentação suprassensível da realidade, bem como goza de fundamentação ontológica e teológica para explicação dos dilemas do nosso mundo. Logo, não goza da experiência e explicação científica com (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36. Dos Problemas Filosóficos e suas Características.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    -/- DOS PROBLEMAS FILOSÓFICOS E SUAS CARACTERÍSTICAS -/- OF PHILOSOPHICAL PROBLEMS AND THEIR CHARACTERISTICS -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva -/- l. A TENDÊNCIA FILOSÓFICA - A Filosofia surgiu graças à curiosidade humana. Os primeiros filósofos buscavam encontrar as respostas para perguntas perturbadoras sobre a verdade, o ser, a existência autêntica, o absoluto, a transcendência do espírito, a ideia de bem e mal, além de compreender esse mundo binário (o dilema: bem e mal) que tanto inquieta a humanidade desde seus (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37. Émile Durkheim: Coesão e Fato Social.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - unknown
    Émile Durkheim: Coesão e Fato Social -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva E-mails: eisaque335@gmail.com / eics@discente.ifpe.edu.br WhatsApp: (82)9.8143-8399 -/- Émile Durkheim: Coesão e Fato Social Nascido em 1858, Durkheim era francês e foi bastante influenciado pela obra do filósofo também francês Augusto Comte (1798-1857), que metodizou pela primeira vez o estudo da sociedade (Sociologia) como uma ciência particular e peculiar, e que também conectou a Sociologia com alguns artífices peculiares das Ciências Naturais. Em contrapartida, Durkheim procurou alicerçar a Sociologia como (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38. O Conceito do Trabalho: da antiguidade ao século XVI.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva -
    SOCIOLOGIA DO TRABALHO: O CONCEITO DO TRABALHO DA ANTIGUIDADE AO SÉCULO XVI -/- SOCIOLOGY OF WORK: THE CONCEPT OF WORK OF ANTIQUITY FROM TO THE XVI CENTURY -/- RESUMO -/- Ao longo da história da humanidade, o trabalho figurou-se em distintas posições na sociedade. Na Grécia antiga era um assunto pouco, ou quase nada, discutido entre os cidadãos. Pensadores renomados de tal época, como Platão e Aristóteles, deixaram a discussão do trabalho para um último plano. Após várias transformações sociais entre (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  27
    Os Direitos Humanos Contra as Utopias Políticas.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva, Alana Thaís da Silva & Eduarda Carvalho Fontain - manuscript
    Se vivemos juntos apenas porque temos direitos e para termos mais direitos, então não temos nenhum motivo para imaginar uma salvação comum: a salvação não está no comum, mas no próprio. Por oposição ao Direito (em inglês, Law) que, impondo-se a todos de cima para baixo, normatiza objetivamente as relações entre cidadãos, há agora o império crescente dos direitos subjetivos (em inglês, rights) reivindicações particulares que tentam impor-se a todos de baixo para cima. Esses direitos costumam ser descritos como sendo (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  91
    The Relativity of Evaluative Sentences: Disagreeing Over Disagreement.Justina Díaz Legaspe - 2013 - Kriterion: Journal of Philosophy 54 (127):211-226.
    Evaluative sentences (moral judgments, expressions of taste, epistemic modals) are relative to the speaker's standards. Lately, a phenomenon has challenged the traditional explanation of this relativity: whenever two speakers disagree over them they contradict each other without being at fault. Hence, it is thought that the correction of the assertions involved must be relative to an unprivileged standard not necessarily the speaker's. I will claim instead that so far, neither this nor any other proposal has provided an explanation of the (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  82
    Deve a Interpretação Musical Ser Eticamente Condicionada?António Lopes - manuscript
    The paper addresses the issue of ethical obligations in the performance of musical works in the Western classical tradition, arguing that there are indeed such obligations, although they are not categorical. -/- PT: Na tradição clássica ocidental, as obras de arte musicais, teatrais e, até certo ponto, as coreografias, são criadas por artistas-autores, mas necessitam de ser executadas por intérpretes (instrumentistas, cantores e maestros, actores e encenadores, bailarinos, etc.). Estes são assim chamados porque existe sempre uma dose de descricionariedade, não (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  82
    Justice and Injustice.Lucia M. Rafanelli - manuscript
    Prepared for an online reference volume meant to enable dialogue on shared terms among people in the various fields related to ethics and artificial intelligence (e.g., computer science, political theory, philosophy, law), this piece has two aims. One is to explain to non-specialists what political theorists and philosophers are talking about when we talk about “justice.” The other is to discuss some particular questions of justice implicated by the use of artificial intelligence. The piece also includes a thematically-organized reading list (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43. The Theistic Argument From Beauty: A Philonian Critique.Ribeiro Brian - 2013 - European Journal for Philosophy of Religion 5 (3):149--158.
    In this paper I consider an understudied form of the design argument which focuses on the beauty of the natural world and which argues, on that basis, that the world requires a divine Artist in order to explain its beauty. Against this view, one might raise a question concerning the beauty of, and in, this divine Artist. What explains the divine beauty? This kind of explanatory regress objection is exactly like that used by Philo in Hume’s Dialogues to undercut standard (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44. Thinking in Circles: An Essay in Ring Composition.Sister Lucia Treanor - 2009 - Journal of Aesthetics and Art Criticism 67 (2):254-256.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  45. Paraconsistent Belief Revision Based on a Formal Consistency Operator.Rafael R. Testa, Marcelo E. Coniglio & Márcio M. Ribeiro - 2015 - CLE E-Prints 15 (8):01-11.
    In this paper two systems of AGM-like Paraconsistent Belief Revision are overviewed, both defined over Logics of Formal Inconsistency (LFIs) due to the possibility of defining a formal consistency operator within these logics. The AGM° system is strongly based on this operator and internalize the notion of formal consistency in the explicit constructions and postulates. Alternatively, the AGMp system uses the AGM-compliance of LFIs and thus assumes a wider notion of paraconsistency - not necessarily related to the notion of formal (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  46. A disciplina química: currículo, epistemologia e história.Alice Ribeiro Casimiro Lopes - 1998 - Episteme 3 (5):119-142.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47. Avicena e as ciências mistas.Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento - 2008 - Circumscribere 5:1-12.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  64
    Obras, Feitos E Palavras: O Caráter Não-Natural da Condição Humana.Rodrigo Ribeiro Alves Neto - 2013 - Argumentos 5 (9):97-119.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. Enhancement umano: un dibattito in corso.Boris Rähme, Lucia Galvagni & Alberto Bondolfi (eds.) - 2014 - L'Arco di Giano - Rivista di Medical Humanities.
    Non è un caso che l’enhancement umano, cioè il potenziamento di capacità fisiche, cognitive ed emotive degli esseri umani con l’ausilio di tecnologie, sia diventato un tema centrale nei dibattiti etico-applicativi e nei tentativi contemporanei di arrivare a una comprensione più adeguata della natura umana. In esso si incontrano quesiti decisamente ricchi e complessi, sia dal punto di vista tecnoscientifico e medico sia da quello filosofico – e lo fanno in un modo che ci permette di vedere questi quesiti sotto (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50. AGM-Like Paraconsistent Belief Change.Rafael R. Testa, Marcelo E. Coniglio & Marcio M. Ribeiro - 2017 - Logic Journal of the IGPL 25 (4):632-672.
    Two systems of belief change based on paraconsistent logics are introduced in this article by means of AGM-like postulates. The first one, AGMp, is defined over any paraconsistent logic which extends classical logic such that the law of excluded middle holds w.r.t. the paraconsistent negation. The second one, AGMo , is specifically designed for paraconsistent logics known as Logics of Formal Inconsistency (LFIs), which have a formal consistency operator that allows to recover all the classical inferences. Besides the three usual (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 880