Restaurando a explicação do anulabilismo falibilista sobre o conhecimento a partir de crença falsa

Intuitio 14 (2):1-14 (2021)
  Copy   BIBTEX

Abstract

O objetivo deste artigo é responder a duas objeções que podem ser feitas à explicação do anulabilismo falibilista referente à possibilidade de conhecimento inferencial originado em falsidade (KFF). A primeira objeção é que a ausência de restauradores indica a incompletude da explicação anulabilista falibilista de KFF, enquanto a segunda é que o experimento mental de KFF viola o Princípio Resistência à Verdade* (RV*) – a principal tese do anulabilismo falibilista. Na primeira seção, explicarei no que consiste o debate acerca da possibilidade de conhecimento inferencial a partir de falsidade; na segunda seção, explicarei o anulabilismo falibilista, desenvolvida por de Almeida (2017); na última seção, desenvolverei os argumentos que podem ser feitos contra o anulabilismo falibilista e explicarei por que não funcionam.

Author's Profile

Eduardo Alves
Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul

Analytics

Added to PP
2021-09-11

Downloads
40 (#91,488)

6 months
163 (#80,895)

Historical graph of downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.
How can I increase my downloads?