A construção do grau de evidência da ação subjetivamente visada concebida intelectualmente por meio dos padrões teóricos de deliberação na metodologia weberiana

Revista de Teoria da História 16 (2):116-132 (2016)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
O propósito deste artigo é analisar sobre a maneira pela qual, na metodologia weberiana, o grau de evidência poderá ser construído por meio dos padrões teóricos de deliberação imputados idealmente à ação subjetivamente visada pelo agente. Para Max Weber, a evidência da interpretação é baseada em procedimentos lógico-metodológicos que permitem ao cientista conceber conexões de sentido na ação empírica do agente. Portanto, será mediante certa caracterização promovida pelo pesquisador, a partir dos dados da pesquisa, que se produzirá em pensamento a evidência da interpretação. Assim, o grau de evidência, metodologicamente, é construído a partir de padrões teóricos de deliberação concebidos idealmente como meios auxiliares puramente lógicos, utilizados para o isolamento e ordenamento conceitual de um fragmento da complexidade do empírico. Em vista disso, examinaremos como, na metodologia weberiana, a interpretação da ação do agente torna-se possível, se for feita uma referência explícita ao sentido visado da ação.
Categories
(categorize this paper)
PhilPapers/Archive ID
CUSACD-2
Upload history
Archival date: 2019-02-26
View other versions
Added to PP index
2019-02-26

Total views
102 ( #34,760 of 52,866 )

Recent downloads (6 months)
22 ( #28,091 of 52,866 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.