Um Embrião não é um Indivíduo (An Embryo is not an Individual)

Dissertatio 49:133-145 (2019)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
Um argumento recorrente contra a liberalização do aborto parte do pressuposto de que, desde o momento da fertilização, seres humanos são indivíduos (no sentido de serem algo que necessariamente ocorre em uma entidade apenas). Nesse artigo, argumento que esse não é um caso a partir da possibilidade de geminação monozigótica e do fato de identidades serem necessárias. Defendo as premissas do argumento e discuto as possíveis interpretações de sua conclusão. Argumento que a interpretação completa da conclusão desse argumento está em concordância com a conclusão de um argumento semelhante, que parte de noção de organismo. ENGLISH: A common pro-life argument assumes that humans are individuals (in the sense that they necessarily occur in one entity only) from the moment of fertilization. In this paper, argue that this is not the case because of the possibility of monozygotic twinning and the necessity of identities. I will defend the premises of the argument and discuss the possible interpretations of its conclusion. I argue that the correct interpretation of the conclusion of this argument is in agreement with the conclusion of a similar arguments from the notion of organism.
Categories
(categorize this paper)
PhilPapers/Archive ID
DANUEN
Upload history
Archival date: 2020-01-07
View other versions
Added to PP index
2020-01-07

Total views
218 ( #30,178 of 65,592 )

Recent downloads (6 months)
20 ( #36,635 of 65,592 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.