Teorias da conspiração: por que algumas não valem um caracol

Perspectiva Filosófica 48 (2):340-357 (2021)
  Copy   BIBTEX

Abstract

Neste artigo, mapeio o terreno da discussão em torno das teorias da conspiração, destacando o problema de como defini-las, os fatores que levam à crença nas teorias da conspiração, os seus potenciais prejuízos e como devemos reagir a elas. Defendo que devemos avaliar as consequências da crença em uma teoria da conspiração para determinar se ela deve ser levada a serio ou não. Em bloco, as teorias da conspiração ameaçam a capacidade coletiva de produção de conhecimento e devemos nos preocupar com a sua difusão.

Author's Profile

Eros Carvalho
Federal University of Rio Grande do Sul

Analytics

Added to PP
2021-08-12

Downloads
95 (#59,499)

6 months
29 (#41,007)

Historical graph of downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.
How can I increase my downloads?