A razão unidimensional e as razões para a transformação da história: a arte entre Hegel e Marcuse

Intuitio 4 (2):183-196 (2011)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
O presente trabalho constrói uma ponte teórica entre Hegel e Marcuse, com intento de demonstrar a possibilidade de transformações históricas concretas, oferecida pela experiência estética. Tendo como paradigma a sociedade administrada, procurou-se estabelecer, a partir de Marcuse e Hegel, um caminho que demonstra como o indivíduo plasma a razão na história, o que pressupõe uma ação libertadora consciente. Todavia, em uma sociedade unidimensional, não há abertura para outras dimensões e, portanto, a razão unidimensional se torna totalitária, paralisando a história. Nesse sentido, buscou-se demonstrar a saída para a dimensão estética, que propicia uma negação da unidimensionalidade da razão moderna. O indivíduo bidimensional, ie, que está aberto para a realidade e para a dimensão estética, pode plasmar a razão na história e, portanto, transformar o mundo.
Keywords
Categories
No categories specified
(categorize this paper)
PhilPapers/Archive ID
FILARU
Upload history
Archival date: 2017-06-15
View other versions
Added to PP index
2017-06-15

Total views
42 ( #44,941 of 51,738 )

Recent downloads (6 months)
12 ( #37,012 of 51,738 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.