A vontade geral e o sistema autogestionário: necessidade, possibilidade e desafios

Revista Opinião Filosófica 8 (1):476-509 (2017)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
Consistindo em um processo ético-jurídico de deliberação coletiva, o que se impõe à manifestação da Vontade Geral como um fenômeno histórico-cultural é a condição de imanência que a caracteriza em um movimento dinâmico-dialético que demanda uma formação econômico-social que possibilite a emergência de valores e práticas, condutas e comportamentos, necessidades e objetivos que, tendo como fundamento o interesse comum, se lhe correspondam, convergindo para uma forma de autodeterminação que guarda possibilidade de promover a superação da alienação das capacidades humanas no contexto das relações socioprodutivas, a saber, a autogestão. Tal experiência social de autodeterminação coletiva, conforme assinala o artigo, envolve tanto a esfera política quanto o âmbito econômico e encerra a noção que implica desde a igualdade substancial até a efetiva participação política, sobrepondo-se ao viés mercadológico da organização econômico-social vigente e à estrutura burocrática corporificada pelo Estado no sistema capitalista.
Keywords
No keywords specified (fix it)
ISBN(s)
PhilPapers/Archive ID
MARAVG
Upload history
Archival date: 2021-10-28
View other versions
Added to PP index
2018-11-03

Total views
24 ( #63,867 of 2,461,408 )

Recent downloads (6 months)
21 ( #35,103 of 2,461,408 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.