Aristóteles E a refutação do intelectualismo socrático na explicação da acrasia em en VII 1-3

Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
Nesse artigo, eu procuro mostrar que a leitura tradicional que atribui um procedimento dialético à abordagem aristotélica da acrasia, em Ética Nicomaquéia VII 1-3 provoca um sério problema interpretativo ao tentar compatibilizar a posição socrática acerca da acrasia e os phanomena. Primeiramente, tento mostrar, baseando-me numa análise de Tópicos I 1-2, que o procedimento metodológico, em EN VII 1 1145b2-7, não se caracteriza como dialético. Em segundo lugar, proponho uma leitura em que Aristóteles, passo a passo refuta a tese socrática que nega a existência da acrasia, uma vez que esse tese não é contada entre os phainomena que se quer preservar
PhilPapers/Archive ID
MENAEA-3
Upload history
Archival date: 2017-10-09
View other versions
Added to PP index
2015-02-18

Total views
83 ( #47,746 of 2,448,717 )

Recent downloads (6 months)
8 ( #51,212 of 2,448,717 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.