Patrimônio etnobotânico no Brasil: a feira livre

Revista Cadernos Do CEOM 26 (38):131-153 (2013)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
O trabalho analisa o patrimônio etnobotânico da feira livre, com base em um estudo feito no bairro da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro. Durante dois anos de trabalho de campo com quatro ervatários, que tinham média de 15 anos de experiência, foram coletados plantas e dados sobre nomes vulgares, usos e o preparo dos remédios. A coleta resultou em 151 espécies distribuídas em 59 famílias, de procedência diversa: comprada de terceiros, cultivada nos jardins particulares dos vendedores, ruderal, e coletada da Mata Atlântica (40%). Analisa-se o papel das plantas na saúde e na vida religiosa das pessoas do bairro, o conhecimento dos ervatários e a coleta das plantas da Mata Atlântica.
PhilPapers/Archive ID
STAPEN
Upload history
Archival date: 2015-11-30
View other versions
Added to PP index
2015-11-30

Total views
126 ( #29,922 of 51,277 )

Recent downloads (6 months)
11 ( #38,291 of 51,277 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.