O papel da causalidade final na cosmologia de Charles Sanders Peirce

Dissertation, University of São Paulo (2011)
  Copy   BIBTEX

Abstract

Trata-se de uma proposta de investigação das ideias cosmológicas de Charles S. Peirce, particularmente das que dizem respeito à pertinência da inclusão de esquemas de explicação que façam uso da causalidade final como instância determinante do desenvolvimento dos fenômenos naturais. Anterior à avaliação desse tipo de explicação cabe uma investigação sobre as características mais relevantes de seu pensamento, que o próprio autor julgava construído arquitetonicamente. Com esse objetivo, centramos a análise no conceito de continuum, que pode ser visto como fundamental para o desenvolvimento da obra de Peirce. É o estudo do continuum que permitirá e conduzirá a investigação das categorias ontológicas peirceanas: acaso, existente e lei. A passagem do acaso à lei, isto é, a própria origem do cosmos, se dá por um processo evolutivo que tem na lei da mente seu principal motor. A lei da mente, por sua vez, atua de modo finalístico, tornando mais provável o desenvolvimento dos fenômenos em certas direções, restringindo, assim, o horizonte das possibilidades, sem, contudo, esgotá-lo.

Analytics

Added to PP
2016-12-25

Downloads
314 (#28,763)

6 months
28 (#41,943)

Historical graph of downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.
How can I increase my downloads?