A natureza da filosofia de Hume

Princípios 17 (28):211-236 (2010)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
 Meu objetivo neste artigo é destacar algumas das ideias centrais defendidas por Hume e, a fim de caracterizar a natureza de sua filosofia, contrapor duas interpretações frequentes de sua obra: a interpretação cética e interpretação naturalista. A fim de apontar as principais razões que estão por trás dessas duas interpretações que tentam apreender a natureza da filosofia de Hume, procuro abordar inicialmente alguns dos princípios centrais da teoria humeana e, em seguida, especialmente sua análise das inferências causais. No final, argumento que o ceticismo e o naturalismo de Hume não são incompatíveis. Ao contrário, devem ser entendidos como duas faces de uma mesma filosofia
PhilPapers/Archive ID
CONAND
Upload history
Archival date: 2019-03-19
View other versions
Added to PP index
2013-04-12

Total views
130 ( #29,611 of 51,737 )

Recent downloads (6 months)
16 ( #31,949 of 51,737 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.