O progresso na Filosofia da História de Hegel

Abstract

A obra que aqui analisamos, denominada postumamente de Lições sobre a Filosofia da História (Vorlesungen über die Philosophie der Geschichte) foi publicada em 1837, seis anos após a morte do autor. Tal obra não foi escrita diretamente pelo filósofo alemão Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770-1831), isto é, ela não foi apenas publicada postumamente, mas sim surgiu de uma forma “indireta” . Ela foi formada e elaborada através da análise detalhada e da ligação entre os múltiplos registros e as diversas anotações que foram realizadas pelos alunos e pelos ouvintes que participavam dos cursos e das aulas que eram ministradas pelo filósofo.Certamente, também foram utilizados e estudadas as anotações próprias e os manuscritos pessoais de Hegel, principalmente àqueles dos seus últimos anos de vida, quando era membro do corpo docente da Universidade de Berlim e ali lecionava . Em seu título original, ou seja, em alemão – Vorlesungen über die Philosophie der Geschichte – a palavra “Vorlesungen” – que pode ser traduzida como “lições”, “palestras” ou “preleções” – deixa mais claro essa origem da obra, o que não ocorre com a simplificação adotada pela única tradução brasileira, que restringiu o título apenas para Filosofia da História. No primeiro capítulo – denominado de Tipos de abordagens da história e do princípio universal da história filosófica (Die Behandlungsarten der Geschichte) –, e logo no primeiro parágrafo da obra, Hegel esclarece qual é o objeto e qual é a finalidade desta. Nas palavras do filósofo: “O objeto desta preleção é a filosofia da história universal. Não é o nosso propósito extrair da história reflexões gerais,ilustrando-as por meio de exemplos tomados no curso dos acontecimentos, mas apresentar o próprio conteúdo universal” (Hegel, 2008, p. 11).

Analytics

Added to PP
2018-10-19

Downloads
197 (#63,461)

6 months
32 (#86,615)

Historical graph of downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.
How can I increase my downloads?