E quando ser o que se é tornou-se uma fundada suspeita: elementos de um estética de classe e do preconceito

O Público E o Privado 14 (28):223-251 (2016)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
O presente artigo relata a estética de classe de um grupo social que foi chamado de pirangueiro. A partir de uma pesquisa observacional, com amparo referencial nas teorias do habitus e do campo, em Bourdieu, baseada na técnica de flanagem, reconstruiu-se a ideia do subcampo da moda de resistência, que se apresenta como contraposição ao campo da moda dominante. Com essa moda de resistência, o jovem pirangueiro traz um elemento de auto-distinção e, ao mesmo tempo, um critério de preconceito.
PhilPapers/Archive ID
FILEQS
Revision history
Archival date: 2017-06-15
View upload history
References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Added to PP index
2017-06-15

Total views
82 ( #24,802 of 38,910 )

Recent downloads (6 months)
28 ( #15,392 of 38,910 )

How can I increase my downloads?

Monthly downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks to external links.