A teoria hegeliana da imaginação

Ágora Filosófica 16 (1):139-154 (2016)
Download Edit this record How to cite View on PhilPapers
Abstract
No processo do conhecimento a imaginação desempenha para Hegel o estágio no qual a mente humana dissocia o objeto em dois diferentes conteúdos, o conteúdo-coisa do mundo externo e o conteúdo interno da própria mente, de tal modo que ambas as versões do mesmo devem corroborar-se mutuamemente ao modo de uma síntese simples de elementos heterogéneos que apenas em seu cotejamento reconhecem sua identidade. Na atividade de compreensão, ao contrário, este dualismo é suprassumido e, com ele, o empirismo e a teoria correspondista da verdade que, aos olhos de Hegel, está em sua base.
PhilPapers/Archive ID
FERATH
Upload history
Archival date: 2016-12-29
View other versions
Added to PP index
2016-12-29

Total views
180 ( #34,569 of 65,660 )

Recent downloads (6 months)
18 ( #39,510 of 65,660 )

How can I increase my downloads?

Downloads since first upload
This graph includes both downloads from PhilArchive and clicks on external links on PhilPapers.