9 found
Order:
See also
Fernando Machado
Universidade Federal de Goiás
Fernando Machado Silva
Universidade de Lisboa
  1. A solidão do fogo e a chama da vida em Gaston Bachelard: Considerações fenomenológicas em torno de uma ontologia ascensional-vibratória.Fernando Machado - 2019 - Goiânia, GO, Brasil: Phillos.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  53
    O tempo da vida do espírito na filosofia de Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2018 - Cadernos Cajuína.
    Nosso objetivo é mostrar como Bachelard edifica a noção de vida em sua filosofia ao esboçar uma reflexão sobre o problema filosófico do tempo junto às noções de instante e duração. O livro A intuição do instante (1932), obra dedicada a esta reflexão metafísica sobre o tempo confluindo, quatro anos mais tarde, para A dialética da duração (1936), obra que, por sua vez, define o conceito de duração a partir das várias temporalidades superpostas constitutivas da própria existência, são as referências (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. Duração e Memória: A Crítica de Gaston Bachelard ao Psicologismo Temporal Bergsoniano.Fernando Machado - 2016 - Kínesis - Revista de Estudos Dos Pós-Graduandos Em Filosofia 8 (18):109-125.
    Em A intuição do instante (1932) e A dialética da duração (1936), a problematização a respeito do tempo levantada por Bachelard, a partir das teses bergsonianas da duração, deixa de ser uma simples reinterpretação do conceito de tempo e passa a se encaminhar aos poucos para uma ruptura evidente com o bergsonismo. Neste artigo, trataremos dessa ruptura via a interpretação psicológica da duração feita por Bachelard, fato esse que automaticamente estabelece um contraponto com o psicologismo temporal bergsoniano, sobretudo em A (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  57
    Diurno e Noturno no pensamento de Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2016 - Cadernos Do Pet Filosofia 7 (13):11-23.
    O presente artigo tem por objetivo caracterizar as duas fases do pensamento bachelardiano intituladas diurna e noturna e o modo como determinadas noções que permeiam as duas etapas da filosofia do autor configuram uma comunicação recíproca entre elas, fazendo com que haja uma troca assídua de valores entre ambas as vertentes. Deste modo, tentar-se-á demonstrar o quanto o fluxo de uma fase a outra de seu pensamento denota um sentido de completude ao invés de desconexão, negação ou mesmo oposição. Conceitos (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. O anel de Giges e o Arconte: um estudo do diálogo República, de Platão.Fernando Machado - 2019 - Revista Filogênese – Revista Eletrônica de Pesquisa Na Graduação Em Filosofia da UNESP 12:46-65.
    The purpose of this article is to promote a debate around Plato's work Republic, aiming to situate and establish: 1) the author's arguments in favor of an ideal pólis model; 2) the characteristics of Archon's political making as dominant and effective behavior among the leaders of the pólis government, insurgent against the desire for improper possession (pleonexia) on the part of the men who held the ring of Gyges and were invisible, which would believe, of those who are around him, (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. O tempo e a vida em Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2017 - Dissertation, Universidade Federal de Goiás
    O objetivo da presente dissertação é mostrar como Bachelard edifica a noção de vida em sua filosofia por meio de uma reflexão sobre o problema filosófico do tempo e das noções de instante e duração. Ao refletirmos sobre o instante descontínuo associando-o a outros conceitos que perpassam seus escritos, tanto epistemológicos, quanto poéticos, estabeleceremos de que maneira o pressuposto teórico de complementariedade entre as duas vertentes de seu pensamento é alcançado. Destacaremos também que em sua metafísica o ser do homem (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. Poesia, instante vertical e solidão na fenomenologia poética de Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2016 - Ekstasis: Revista de Hermenêutica E Fenomenologia.
    O presente artigo ambiciona discutir dois conceitos importantes presentes na última fase da filosofia poética de Gaston Bachelard, onde o pensador adotou o método fenomenológico das imagens poéticas, são eles: solidão e instante vertical. Logo em seguida, demonstraremos de que modo esses dois conceitos que são, diga-se de passagem, um tanto quanto curiosos, se conectam e, em certa medida, autorizam o pensador a definir precisamente o que é essa poesia produzida pelo artista, bem como, o impacto de uma obra poética (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Para uma psicanálise, epistemologia e história das ciências em Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2017 - Fragmentos de Cultura 27 (2):178-192.
    O intuito deste artigo é promover um debate em torno da obra República, de Platão, visando situar e estabelecer: 1) os argumentos do autor a favor de um modelo de pólis ideal; 2) as características do fazer político do Arconte enquanto comportamento dominante e eficaz dentre os líderes de governo da pólis, insurgindo contra o desejo de posse indevida (pleonexia) por parte dos homens que, se portadores do anel de Giges fossem, invisíveis, acreditariam, daqueles que estão ao seu redor, poder (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  32
    Tempo de solidão e de leitura para a construção do Ser do homem na fenomenologia poética de Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2016 - Paralaxe 6:83-96.
    We intend with this article demonstrate how Bachelard addresses the issue that focuses on the constitution and reconstruction of the Being of man poetically in his final phenomenological thought. Therefore, I shall set out briefly what kind of poetic phenomenology is that desired by the author, then highlight the importance to and primacy of vertical temporality cultivated by poets and, finally, show how from "loneliness of another" in case, the poet, I blame myself for my own loneliness in the construction (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark