Results for 'Vei vutuni'

9 found
Order:
  1.  42
    Goleva na Kalou.Maika Tupua - 2022 - Suva, Fiji: VOSA.
    Book is about faith and following Jesus fully, realised through conversion and repentance.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. Conhecimento, racionalidade e simbólico: Aristóteles e Cassirer, distintas interpretações sobre o conhecer humano e suas possíveis reflexões na epistemologia geográfica.Clevisson Junior Pereira - 2014 - GeoTextos 10 (2):161-189.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. COMPENDIUM MUSICÆ DE DESCARTES: POSSÍVEIS FONTES MUSICAIS.Tiago de Lima Castro - 2017 - Dissertation, Unesp, Brazil
    The first work that René Descartes wrote was the Compendium Musicæ in 1618, this was his first experiment with the future cartesian method. As a work of youth, the author must have studied music in your education, mainly in the college of La Flèche. Conventionally, the work of Gioseffo Zarlino had been considered the main source, because was cited in the Compendium. Since the text starts with music´s definition and eight propositions, about which the rest of work was developed; check (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. Sobre o Hílemorfismo: corpo e alma como condição de possibilidade do viver.Suelen Pereira da Cunha - 2016 - Clareira: Revista de Filosofia da Região Amazônica 3 (2):22-34.
    O presente trabalho visa demonstrar como a relação entre corpo e alma são indispensáveis para o viver. Para tanto, considera a tese de que o ser animado é uma substância composta de matéria e forma, que também pode ser analisada sob a perspectiva de potência e ato. Neste sentido, o trabalho inicia com a compreensão sobre o que é uma substância, qual tipo de substância é o ser vivo para, em seguida, mediante as definições de alma presentes no livro Β (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Propriedades Naturais e Mundos Possíveis.Renato Mendes Rocha - 2015 - Coleção XVI Encontro ANPOF.
    O objetivo geral da pesquisa da qual esse artigo faz parte é investigar o sistema metafísico que emerge dos trabalhos de David Lewis. Esse sistema pode ser decomposto em pelo menos duas teorias. A primeira nomeada como realismo modal genuíno (RMG) e a segunda como mosaico neo-humeano. O RMG é, sem dúvida, mais popular e defende a hipótese metafísica da existência de uma pluralidade de mundos possíveis. A principal razão em favor dessa hipótese é a sua aplicabilidade na discussão de (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Identidade, Movimento e Não-contradição em Platão e Aristóteles.Arnaldo Martins de Oliveira - 2013 - Dissertation, Universidade São Judas Tadeu, Brazil
    Platão trata no Parmênides das formas ideais e do seu modelo de identidade relacionando-o ao modelo de ser eleata através da noção de um. Tendo concluído a incompatibilidade entre este modelo de atribuição e os seres mutáveis em uma realidade múltipla, ele percebeu que a noção de não-ser deveria ser desvinculada do entendimento de Parmênides através da nova noção de não-ser como diferença apresentada no Sofista. Paralelamente, Aristóteles apresenta um ordenamento parecido através da sua teoria física sobre o movimento, baseada (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. Para uma psicanálise, epistemologia e história das ciências em Gaston Bachelard.Fernando Machado - 2017 - Fragmentos de Cultura 27 (2):178-192.
    O intuito deste artigo é promover um debate em torno da obra República, de Platão, visando situar e estabelecer: 1) os argumentos do autor a favor de um modelo de pólis ideal; 2) as características do fazer político do Arconte enquanto comportamento dominante e eficaz dentre os líderes de governo da pólis, insurgindo contra o desejo de posse indevida (pleonexia) por parte dos homens que, se portadores do anel de Giges fossem, invisíveis, acreditariam, daqueles que estão ao seu redor, poder (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Moartea - Aspecte psihologice, ştiinţifice, religioase, culturale şi filozofice.Nicolae Sfetcu - 2015 - Drobeta Turnu Severin: MultiMedia Publishing.
    Despre moarte, durere, doliu, viaţa de după moarte şi nemurire. De ce trebuie să murim ca oameni pentru a trăi ca specie. "Nimeni nu vrea să moară. Chiar și cei care doresc să ajungă în cer, nu ar vrea să moară pentru a ajunge acolo. Și totuși, moartea este destinația pe care o împărtășim cu toții. Nimeni nu a scăpat vreodată. Și aşa şi trebuie, pentru că Moartea este foarte probabil cea mai bună invenție a Vieții. Este agentul de schimbare (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  9. DAS FORMAS CONCRETAS À LÓGICA DO CONCEITO: O PAPEL DA TEORIA DO SILOGISMO NA CIÊNCIA DA LÓGICA DE HEGEL.Maglaine Priscila Zoz - 2015 - Dissertation, Unioeste, Brazil
    Não é raro quando se trata da Lógica pensar na lógica aristotélica e toda a tradição que se efetivou posteriormente, sendo esta considerada como uma ciência finalizada e que, qualquer acréscimo lhe parece desnecessário. O que este trabalho busca mostrar é um modo diferente e possível para se pensar a lógica, sem que essa fique presa a uma construção puramente formal e fechada. Para tal tarefa, será definida a perspectiva que Hegel dá a essa ciência. A Lógica hegeliana possui desdobramentos (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark