Results for 'Sim Bamford'

28 found
Order:
  1. Transfer of Personality to Synthetic Human ("Mind Uploading") and the Social Construction of Identity.John Danaher & Sim Bamford - 2017 - Journal of Consciousness Studies 24 (11-12):6-30.
    Humans have long wondered whether they can survive the death of their physical bodies. Some people now look to technology as a means by which this might occur, using terms such 'whole brain emulation', 'mind uploading', and 'substrate independent minds' to describe a set of hypothetical procedures for transferring or emulating the functioning of a human mind on a synthetic substrate. There has been much debate about the philosophical implications of such procedures for personal survival. Most participants to that debate (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. From Analysis/Synthesis to Conjecture/Analysis: A Review of Karl Popper’s Influence on Design Methodology in Architecture.Greg Bamford - 2002 - Design Studies 23 (3):245-61.
    The two principal models of design in methodological circles in architecture—analysis/synthesis and conjecture/analysis—have their roots in philosophy of science, in different conceptions of scientific method. This paper explores the philosophical origins of these models and the reasons for rejecting analysis/synthesis in favour of conjecture/analysis, the latter being derived from Karl Popper’s view of scientific method. I discuss a fundamental problem with Popper’s view, however, and indicate a framework for conjecture/analysis to avoid this problem.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  3. National Center for Biomedical Ontology: Advancing Biomedicine Through Structured Organization of Scientific Knowledge.Daniel L. Rubin, Suzanna E. Lewis, Chris J. Mungall, Misra Sima, Westerfield Monte, Ashburner Michael, Christopher G. Chute, Ida Sim, Harold Solbrig, M. A. Storey, Barry Smith, John D. Richter, Natasha Noy & Mark A. Musen - 2006 - Omics: A Journal of Integrative Biology 10 (2):185-198.
    The National Center for Biomedical Ontology is a consortium that comprises leading informaticians, biologists, clinicians, and ontologists, funded by the National Institutes of Health (NIH) Roadmap, to develop innovative technology and methods that allow scientists to record, manage, and disseminate biomedical information and knowledge in machine-processable form. The goals of the Center are (1) to help unify the divergent and isolated efforts in ontology development by promoting high quality open-source, standards-based tools to create, manage, and use ontologies, (2) to create (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  4. Design, Science and Conceptual Analysis.Greg Bamford - 1991 - In Jim Plume (ed.), Architectural Science and Design in Harmony: Proceedings of the joint ANZAScA / ADTRA conference, Sydney, 10-12 July, 1990. School of Architecture, University of NSW.
    Philosophers expend considerable effort on the analysis of concepts, but the value of such work is not widely appreciated. This paper principally analyses some arguments, beliefs, and presuppositions about the nature of design and the relations between design and science common in the literature to illustrate this point, and to contribute to the foundations of design theory.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Representational and Realised Design: Problems for Analogies Between Organisms and Artifacts.Greg Bamford - 2010 - Copenhagen Working Papers on Design 2010 // No. 2.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Popper, Refutation and 'Avoidance' of Refutation.Greg Bamford - 1989 - Dissertation, The University of Queensland
    Popper's account of refutation is the linchpin of his famous view that the method of science is the method of conjecture and refutation. This thesis critically examines his account of refutation, and in particular the practice he deprecates as avoiding a refutation. I try to explain how he comes to hold the views that he does about these matters; how he seeks to make them plausible; how he has influenced others to accept his mistakes, and how some of the ideas (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  7. Are You a Sim?Brian Weatherson - 2003 - Philosophical Quarterly 53 (212):425–431.
    Nick Bostrom argues that if we accept some plausible assumptions about how the future will unfold, we should believe we are probably not humans. The argument appeals crucially to an indifference principle whose precise content is a little unclear. I set out four possible interpretations of the principle, none of which can be used to support Bostrom’s argument. On the first two interpretations the principle is false, on the third it does not entail the conclusion, and on the fourth it (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   10 citations  
  8.  89
    Sim, May, Remastering Morals with Aristotle and Confucius. [REVIEW]Bryan Van Norden - 2009 - Dao: A Journal of Comparative Philosophy 8 (1):109-111.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9. Evolving Perceptual Categories.Cailin O’Connor - 2014 - Philosophy of Science 81 (5):110-121.
    This article uses sim-max games to model perceptual categorization with the goal of answering the following question: To what degree should we expect the perceptual categories of biological actors to track properties of the world around them? I argue that an analysis of these games suggests that the relationship between real-world structure and evolved perceptual categories is mediated by successful action in the sense that organisms evolve to categorize together states of nature for which similar actions lead to similar results. (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   10 citations  
  10. Filosofia da Linguagem.Teresa Marques & Manuel García-Carpintero - 2012 - In Pedro Galvão (ed.), Filosofia: Uma Introdução por Disciplinas. Edições 70.
    A filosofia da linguagem dedica-se ao estudo da linguagem natural. Não se dedica ao estudo de línguas particulares, tal como o português, o castelhano ou o inglês, mas sim ao estudo filosófico de características gerais da linguagem e da nossa capacidade e proficiência linguística enquanto seres humanos. A investigação do desenvolvimento da linguagem é uma tarefa a ser desenvolvida pela ciência – a paleontologia, a neurologia, etc. Mas a ciência ocupa-se de algo de que temos um conhecimento intuitivo prévio – (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  45
    Developing Artificial Neural Network for Predicting Mobile Phone Price Range.Ibrahim M. Nasser, Mohammed Al-Shawwa & Samy S. Abu-Naser - 2019 - International Journal of Academic Information Systems Research (IJAISR) 3 (2):1-6.
    In this paper an Artificial Neural Network (ANN) model, was developed and tested for predicting the price range of a mobile phone. We used a dataset that contains mobile phones information, and there was a number of factors that influence the classification of mobile phone price. Factors as battery power, CPU clock speed, has dual sim support or not, Front Camera mega pixels, has 4G or not, has Wi-Fi or not, etc…. 20 attributes were used as input variables for the (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. ‘On the Different Ways of ‘‘Doing Theory’’ in Biology‘.Massimo Pigliucci - 2013 - Biological Theory 7 (4): 287-297.
    ‘‘Theoretical biology’’ is a surprisingly heter- ogeneous field, partly because it encompasses ‘‘doing the- ory’’ across disciplines as diverse as molecular biology, systematics, ecology, and evolutionary biology. Moreover, it is done in a stunning variety of different ways, using anything from formal analytical models to computer sim- ulations, from graphic representations to verbal arguments. In this essay I survey a number of aspects of what it means to do theoretical biology, and how they compare with the allegedly much more restricted (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  13. Múltiplos Modos de Afirmar e Negar: Uma Refutação da Leitura Eleata de Espinosa Pelavia dos Modos de Perceber.Cristiano Novaes de Rezende - 2016 - Cadernos Espinosanos 35:135-165.
    A estrutura argumentativa deste artigo pode ser resumida no seguinte raciocínio: 1) Espinosa foi recorrentemente acusado de eleatismo; 2) há ruptura com o eleatismo quando se admite a multivocidade dos operadores lógicos “é” e “não é”; como se vê, por exemplo, 2.1) na discussão que introduz os Grandes Gêneros no So sta de Platão, e 2.2) em certo uso que Aristóteles faz da doutrina das categorias para exibilizar a versão parmenídica do Princípio de Não-Contradição. 3) Espinosa admite a multivocidade do (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. Religião e política no pensamento de Maquiavel.J. L. Ames - 2006 - Kriterion: Journal of Philosophy 47 (113):51-72.
    For Machiavelli, religion is valued not by the importance of its founder, the content of its teachings, the truth of its dogmas or the significance of its rites. It is not the essence of what really matters but its function and importance for collective life. Religion teaches to recognize and respect political rules through the religious commandments. This collective norm could assume the outer coercive aspect of the military discipline as well as the inner persuasive character of civic and moral (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  14
    Sociologia do Trabalho: O Trabalho e a Sua Evolução Conceitual ao Longo Da História – Sobre A Definição de Trabalho.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    SOCIOLOGIA DO TRABALHO: O TRABALHO E A SUA EVOLUÇÃO CONCEITUAL AO LONGO DA HISTÓRIA – SOBRE A DEFINIÇÃO DE TRABALHO -/- -/- SOCIOLOGY OF WORK: WORK AND ITS CONCEPTUAL EVOLUTION THROUGH HISTORY – ON THE DEFINITION OF WORK -/- -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br. WhatsApp: (82)98143-8399. -/- -/- RESUMO -/- Começamos, diminuto, com uma análise da complexidade do conceito de “trabalho”. Apresento ao leitor as várias interpretações que o mesmo termo (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  14
    O que é a Educação Infantil?Khyara Fantollini dos Santos - manuscript
    Entendemos a Educação Infantil em amplo sentido, isto é, há um leque de conceitos em que pode-se gozar dentro da Pedagogia e as Ciências da Educação, é nessa modalidade de ensino que podem-se englobar todas as esferas educativas vivenciadas pelas crianças de, conforme Lei, 0 à 5 anos de idade, pela família e, também, pelo próprio corpo social, antes mesmo de atingir a idade educativa obrigatória que é, vide Lei, aproximadamente a partir dos 7 anos de idade. A EI também (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  11
    O Conceito do Trabalho: da antiguidade ao século XVI.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    SOCIOLOGIA DO TRABALHO: O CONCEITO DO TRABALHO DA ANTIGUIDADE AO SÉCULO XVI -/- SOCIOLOGY OF WORK: THE CONCEPT OF WORK OF ANTIQUITY FROM TO THE XVI CENTURY -/- RESUMO -/- Ao longo da história da humanidade, o trabalho figurou-se em distintas posições na sociedade. Na Grécia antiga era um assunto pouco, ou quase nada, discutido entre os cidadãos. Pensadores renomados de tal época, como Platão e Aristóteles, deixaram a discussão do trabalho para um último plano. Após várias transformações sociais entre (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  13
    Breve Histórico do Ensino de Filosofia no Brasil.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    O ensino de filosofia seguiu uma rota tortuosa desde a colônia até os tempos atuais. O breve histórico desse percurso tem o objetivo de reafirmar a necessidade dessa disciplina no currículo escolar, sobretudo porque sempre há aqueles que a consideram de pouca importância. No entanto, em um mundo cada vez mais pragmático, a formação exclusivamente técnica de nossos jovens dificulta o processo de conscientização crítica, além de desprezar a herança de uma sabedoria milenar. Os primeiros tempos No Brasil, desde o (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  11
    Crítica à Metafísica.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Alana Thaís da Silva - manuscript
    -/- FILOSOFIA: CRÍTICA À METAFÍSICA -/- PHILOSOPHY: CRITICISM TO METAPHYSICS -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - UFRPE Alana Thaís Mayza da Silva - CAP-UFPE RESUMO: A Metafísica (do grego: Μεταφυσική) é uma área inerente à Filosofia, dito isto, é uma esfera que compreende o mundo e os seres humanos sob uma fundamentação suprassensível da realidade, bem como goza de fundamentação ontológica e teológica para explicação dos dilemas do nosso mundo. Logo, não goza da experiência e explicação científica com (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  10
    O Pensamento Social dos Estados Unidos: uma abordagem histórica.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    HISTÓRIA DA SOCIOLOGIA: O DESENVOLVIMENTO DA SOCIOLOGIA I -/- A SOCIOLOGIA NOS ESTADOS UNIDOS -/- -/- HISTORY OF SOCIOLOGY: THE DEVELOPMENT OF SOCIOLOGY I -/- SOCIOLOGY IN UNITED STATES -/- -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br WhatsApp: (82)9.8143-8399. -/- -/- PREMISSA -/- A Sociologia nos Estados Unidos desenvolveu-se no contexto de dois grandes eventos que marcaram profundamente a história do país. -/- O primeiro foi a Guerra de Secessão (também conhecida como (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  8
    Filosofia como "Produto" ou como "Processo"?Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    FILOSOFIA COMO PRODUTO OU COMO PROCESSO? -/- PHILOSOPHY AS A PRODUCT OR AS A PROCESS? -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br WhatsApp: (82)9.8143-8399. -/- -/- PREMISSA -/- Nos trabalhos anteriores, na área filosófica, trabalhei a importância da filosofia no ensino médio e a responsabilidade pedagógica do professor. Doravante, compartilho agora da experiência daqueles que já se debruçaram sobre aquelas questões, acrescentando outras indagações: "Que fins pretendo alcançar com meu curso de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  7
    O Método de René Descartes.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    RENÉ DESCARTES E O MÉTODO CARTESIANO -/- RENÉ DESCARTES AND THE CARTESIAN METHOD -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - CAP-UFPE, IFPE-BJ e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br. WhatsApp: (82)98143-8399. -/- INTRODUÇÃO -/- Antes de abordar a metafísica tal qual Descartes a propõe como uma sólida “fundamentação” das ciências e, também, antes de falar das ciências construídas para a busca desse fundamento, é necessário analisar o método cartesiano, salve que é a alma desse presente artigo. Não se trata apenas de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  7
    O Princípio de Reciprocidade: conceitos, exemplos, princípios e como evitá-lo.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    O PRINCÍPIO DE RECIPROCIDADE: CONCEITO, EXEMPLOS, PRINCÍPIOS E COMO EVITÁ-LO -/- THE RECIPROCITY PRINCIPLE: CONCEPT, EXAMPLES, PRINCIPLES AND HOW TO AVOID IT -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - CAP-UFPE/IFPE-BJ/UFRPE. eisaque335@gmail.com ou eics@discente.ifpe.edu.br WhatsApp: (82)98143-8399 -/- PREMISSA -/- Desde a infância, somos ensinados a sermos gratos e devolver os favores que eles nos fizeram. Nós temos essa regra tão internalizada que funciona em muitos casos automaticamente. O problema é que existem pessoas, empresas e associações que usam essa regra contra nós, (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24.  8
    Breves Divergências entre Filosofia e Ciências.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    Com o conceito de Filosofia já explicado no trabalho (DOS PROBLEMAS FILOSÓFICOS E SUAS CARACTERÍSTICAS), podemos agora conferir uma ideia mais clara da filosofia se a compararmos com o conhecimento científico tal como atualmente se entende, isto é, com as ciências experimentais. Uma vez a filosofia sendo distinguida com relação às ciências experimentais, faremos uma comparação das soluções que outorgam os dois níveis de conhecimento frente ao mesmo assunto para elucidar, por exemplo, na frente do homem, o mundo, o número, (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  70
    Efeitos sonoros enquanto fala audiovisual: Análise de Gerald McBoing-Boing à luz do §528 das Investigações Filosóficas.Rafael Duarte Oliveira Venancio - 2011 - Revista Ciberlegenda (PPGCOM - Universidade Federal Fluminense) 24:126-137.
    Dentro da produção da UPA, estúdio que buscou rivalizar esteticamente com os preceitos da Disney no cinema de animação nos anos 1950, Gerald McBoing-Boing é a personagem mais emblemática, estrelando quatro curtas de animação que representam os preceitos do estúdio. No entanto, o mote narrativo de McBoing-Boing é que ele não se comunica com sons, mas sim por efeitos sonoros, e se fazendo entender. Para entender quais são as possibilidades linguísticas desse uso sonoro e como ele não nos aparece enquanto (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  10
    O progresso na Filosofia da História de Hegel.Gabriel Rodrigues da Silva & Pedro Geraldo Aparecido Novelli - manuscript
    A obra que aqui analisamos, denominada postumamente de Lições sobre a Filosofia da História (Vorlesungen über die Philosophie der Geschichte) foi publicada em 1837, seis anos após a morte do autor. Tal obra não foi escrita diretamente pelo filósofo alemão Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770-1831), isto é, ela não foi apenas publicada postumamente, mas sim surgiu de uma forma “indireta” . Ela foi formada e elaborada através da análise detalhada e da ligação entre os múltiplos registros e as diversas anotações (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  42
    Semantic Information Measure with Two Types of Probability for Falsification and Confirmation.Lu Chenguang - manuscript
    Logical Probability (LP) is strictly distinguished from Statistical Probability (SP). To measure semantic information or confirm hypotheses, we need to use sampling distribution (conditional SP function) to test or confirm fuzzy truth function (conditional LP function). The Semantic Information Measure (SIM) proposed is compatible with Shannon’s information theory and Fisher’s likelihood method. It can ensure that the less the LP of a predicate is and the larger the true value of the proposition is, the more information there is. So the (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  42
    A Educação de Jovens e Adultos como Transformação Social.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Meuri Rusy Maria do Nascimento - 2017 - Dissertation,
    Monografia apresentada à banca examinadora da Escola Municipal Manuel Teodoro de Arruda, anexa do Colégio Frei Cassiano de Comacchio em Belo Jardim, para a obtenção do título de concluinte do curso de Normal Médio, oferecido pela instituição. A natureza do trabalho, em suma, consiste em apresentar perspectivas de trans formação social para a comunidade de jovens e adultos, o principal programa cunho do trabalho é a Educação de Jovens e Adultos a EJA, e como esse programa intervém na sociabilidade e (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark