Results for 'Verdade'

84 found
Order:
  1.  93
    Da Relação entre Logos e Verdade em 'Ser e Tempo'.Estevão Lemos Cruz - 2009 - Dissertation, UFPR, Brazil
    Esta dissertação tem como escopo a exposição da relação entre os conceitos fundamentais de λόγος e verdade, tais como foram desenvolvidos por Martin Heidegger em Ser e Tempo e nas preleções do entorno desta obra.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. O Princípio de Verdade (Ensaio de Reconstrução Filosófica da Teoria Aristotélica da Verdade).Nazareno Eduardo de Almeida - 2005 - Dissertation, Pontificia Universidade Católica de Porto Alegre (PUCRS), Brazil
    A tese central deste trabalho consiste em reconstruir em bases filosóficas as linhas gerais da teoria aristotélica da verdade mostrando, a partir da análise do Livro IV da Metafísica, que esta teoria está fundada naquilo que é chamado nesta investigação de princípio transcendental de verdade, o qual é constituído pela bi- implicação modal dos princípios de não-contradição, do terceiro excluído e de identidade.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. Conhecimento e Verdade na Ontologia Fundamental de Martin Heidegger.Luciano Campos dos Santos - 2011 - Dissertation, University of Campinas, Brazil
    Este trabalho tem por objetivo examinar as relações entre conhecimento e verdade (no sentido de descobrimento e abertura), no contexto da Ontologia Fundamental, de Martin Heidegger. Num primeiro momento, busca-se caracterizar o conhecimento como um modo derivado do ser-no-mundo enquanto ocupação, patenteando a estrutura intencional que lhe é própria, bem como explicitando a interpretação fenomenológicoexistencial do “resultado” do comportamento cognoscitivo (conceitos de substância/eidos), que é posta em questão quanto à sua correção, em se considerando os conceitos da Física Moderna. (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  73
    Considerações sobre a Noção Construtiva de Verdade.André Porto & Luiz Carlos Pereira - 2003 - O Que Nos Faz Pensar 17:107-123.
    O artigo discute as recentes propostas de uma noção construtivista de verdade que não se confunda com condições de assertabilidade.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Necessity is not truth in all possible worlds / A necessidade não é a verdade em todos os mundos possíveis.Rodrigo Cid - 2013 - Fundamento: Revista de Pesquisa Em Filosofia 6:79-87.
    My main purpose in this article is to present an argument for the idea that necessity qua truth in all possible worlds, without other qualifications, leads us to contradiction. If we do not want to accept the contradiction, we will face a dilemma: or accepting that everything we take as contingent is in fact necessary, or accepting that we cannot translate some sentences – at least the indexed to worlds sentences – to the possible worlds vocabulary. We have an intuition (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  73
    Algumas considerações sobre a noção construtiva de verdade.André Porto & Luiz Pereira - 2003 - O Que Nos Faz Pensar:107-123.
    This paper deals with the recent Swedish proposals of a Intuitionistic notion of Truth, by Dag Prawitz and Per Martin-Löf.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  7.  23
    Ἀλήθεια como desvelamento: Heidegger sobre o conceito de verdade em Platão e consequente crítica.Gabriel Debatin - 2018 - Synesis 10 (1):59-74.
    O presente artigo aduz a interpretação de Martin Heidegger do conceito de ἀλήθεια – tradicionalmente traduzido por verdade – na filosofia de Platão, a partir da célebre alegoria da caverna presente na República. Segundo o posicionamento inicial de Heidegger, ἀλήθεια era originalmente pensada pelos gregos como desvelamento até Platão, com quem o sentido do termo se transforma e passa a expressar a retitude da percepção. Contudo, as críticas filológicas proferidas contra Heidegger por Paul Friedländer fizeram com que seu posicionamento (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Pós-Verdade e Fake News: Equívocos do Político na Materialidade Digital.Guilherme Adorno & Juliana da Silveira - 2018 - Anais Do SEAD 8:1-6.
    Nosso intuito, nesse trabalho, é compreender a maneira como as produções textuais próprias da internet colocam em jogo noções como as de autoria, legitimidade, circulação, formulação e arquivo. No procedimento de (des)montagem do corpus, recorremos aos trabalhos da Análise de Discurso Materialista, principalmente relacionados ao Discurso da Escritoralidade (GALLO,2011),ao efeito-rumor (SILVEIRA, 2015) e aos processos de legitimação no digital(ADORNOde OLIVEIRA, 2015). Assim,a descrição do conjunto heterogêneo do arquivo de referência para análise, assim como as primeiras entradas analíticas do vídeo “A (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9. Linguagem E Verdade Em Leibniz E Hobbes.Vivianne Moreira - 2006 - Analytica 10 (2):45-87.
    The aim of this article is to identify some elements of Leibniz's criticism of Hobbes which could shed some light on the reasons that conduced Leibniz to adopt his intentional conception of truth. More specifically, I will try to identify some conclusions that Leibniz draws concerning the Hobbesian conception of truth, and then, to identify, on the basis of those conclusions, what Leibniz thought to be the way of preventing the errors he ascribes to Hobbes.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  10. Linguagem, Significado e Verdade: Incertezas e Pilares na Pesquisa em Estudos da Linguagem.Talita de Oliveira - 2016 - Revista FSA 13 (3):180-198.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  49
    Tornando a Verdade Explícita: Um Recurso Expressivo Crucial ainda que Explanatoriamente Deflacionário.Aislan Pereira - manuscript
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. O problema da verdade na filosofia de Santo Tomás de Aquino.Paulo Vicente Gomes Silva Filho - 2014 - Dissertation, Universidade Federal de Pernambuco
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13. A Verdade Como Problema Fundamental Na Ontologia Fenomenológica De Martin Heidegger.Luana Borges Giacomini - 2018 - Dissertation, Unioeste, Brazil
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. SER E VERDADE Heidegger leitor do livro Theta da Metafísica de Aristóteles.Daniel Schiochett - 2009 - Dissertation, Universidade Federal de Santa Catarina
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15. A Verdade Seduzida Por Um Conceito de Cultura No Brasil.Muniz Sodré - 1983 - Codecri.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  29
    Minimalismo e suas mentiras generalizadas.Danilo Fraga Dantas - 2017 - Analytica (Rio) 21 (2):183-194.
    A teoria minimalista da verdade consiste em todas as instâncias do esquema ‘‘φ’ é verdadeira sse φ’ e na afirmação de que nossa aceitação (primitiva) dessas instâncias é suficiente para explicar nossas atitudes em relação a todas sentenças envolvendo ‘verdade’. Filósofos têm apontado que o minimalismo tem dificuldades em explicar nossas atitudes em relação a generalizações envolvendo ‘verdade’ bem como em lidar com instanciações contraditórias do esquema para sentenças paradoxais (ex. paradoxo do mentiroso). Proponentes do minimalismo apresentam (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17. A teoria hegeliana da imaginação.Hector Ferreiro - 2016 - Ágora Filosófica 16 (1):139-154.
    No processo do conhecimento a imaginação desempenha para Hegel o estágio no qual a mente humana dissocia o objeto em dois diferentes conteúdos, o conteúdo-coisa do mundo externo e o conteúdo interno da própria mente, de tal modo que ambas as versões do mesmo devem corroborar-se mutuamemente ao modo de uma síntese simples de elementos heterogéneos que apenas em seu cotejamento reconhecem sua identidade. Na atividade de compreensão, ao contrário, este dualismo é suprassumido e, com ele, o empirismo e a (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  42
    Pode o deflacionismo negar o princípio de bivalência?Teresa Marques - 2006 - Philosophica 28 (28):227-244.
    A elucidação mais simples e mais amplamente endossada das noções de verdade e falsidade é dada na máxima de Aristóteles: "dizer que o que é não é, ou que o que não é é, é falso; e dizer que o que é é. e que o que não é não é, é verdadeiro". Hoje em dia, enquanto alguns tomam o dito como a primeira declaração da verdade como correspondência, o dito também pode ser visto como uma primeira declaração (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  38
    O Método de René Descartes.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    RENÉ DESCARTES E O MÉTODO CARTESIANO -/- RENÉ DESCARTES AND THE CARTESIAN METHOD -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - CAP-UFPE, IFPE-BJ e UFRPE. E-mails: eisaque335@gmail.com e eics@discente.ifpe.edu.br. WhatsApp: (82)98143-8399. -/- INTRODUÇÃO -/- Antes de abordar a metafísica tal qual Descartes a propõe como uma sólida “fundamentação” das ciências e, também, antes de falar das ciências construídas para a busca desse fundamento, é necessário analisar o método cartesiano, salve que é a alma desse presente artigo. Não se trata apenas de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  31
    A Filosofia como Estrutura Noética.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Eduarda Carvalho Fontain - manuscript
    Proponho uma cosmovisão especial cujo ponto de partida é a teoria sobre o duplo tipo de conhecimento que os seres humanos possuem: o primeiro é o conceitual (que também chamaremos categorial ou abstrativo) e o segundo é o holístico. Com o primeiro tipo de conhecimento (conceitual), o indivíduo impõe suas próprias categorias (também chamadas formas, estruturas ou Gestalt2 ) aos dados que recebe através dos sentidos. Quando ele sabe por dentro, mediante essa primeira modalidade, o que ela realmente faz é (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  52
    A Persistência dos Preconceitos.Diego Mileli - 2017 - Problemata - Revista Internacional de Filosofia 8 (2):19-35.
    Neste artigo é defendido que 'os iluministas' não poderiam ser capazes de eliminar os preconceitos, como pretendiam, haja vista que atacavam o fenômeno do preconceito onde ele não estava, sendo o entrave no acesso à verdade apenas um efeito colateral do preconceito e não seu elemento central. Independente da possibilidade ou não de se eliminar os preconceitos, a estratégia adotada pelos filósofos desse período estava condenada ao fracasso. Para sustentar esta hipótese, primeiro será extraída uma noção geral do preconceito (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22. AS SOMBRAS CEGAS DE NARCISO (um estudo psicossocial sobre o imaginário coletivo).Roberto Thomas Arruda (ed.) - 2020 - Terra à Vista.
    No presente trabalho, vamos abordar algumas das questões essenciais sobre o imaginário coletivo e suas relações com a realidade e a verdade. Devemos encarar esse assunto em uma estrutura conceptual, seguida pela análise factual correspondente às realidades comportamentais demonstráveis. Adotaremos não apenas a metodologia, mas principalmente os princípios e proposições da filosofia analítica, que com certeza serão evidentes ao longo do estudo e podem ser identificados pelos recursos descritos por Perez[1] : Rabossi (1975) defende a ideia de que a (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23. Ideologia em Marx e em Gramsci.Fabio Frosini - 2014 - Educação E Filosofia 28 (56):559-582.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  24. É o Género uma Construção Social?Teresa Marques - 2014 - In A. P. Mesquita, C. Beckert, J. L. Pérez & Xavier M. L. L. O. (eds.), A Paixão da Razão. Homenagem a Maria Luísa Ribeiro Ferreira. Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. pp. 561-578.
    É muitas vezes aceite que certas categorias, tipicamente as de género, raça, orientação sexual ou doença mental, são construções sociais e não divisões naturais no mundo. A distinção entre categorias naturais e categorias sociais, como pretende ser a distinção entre o sexo e o género, tem servido no âmbito da crítica e ciência social para advogar a abolição de certas normas sociais, e para a implementação de políticas mais equitativas. Contudo, há aspectos centrais do construtivismo que são pouco claros. O (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  25.  88
    A Ética da Crença (verbete).Eros Carvalho - manuscript
    Há pelo menos três modos pelos quais o debate sobre a conduta doxástica se relaciona com a ética. O primeiro e menos contencioso assinala que o ato de crer, analogamente às ações morais, responde a um tipo de normatividade, não necessariamente moral. Por exemplo, as normas para o ato de crer podem ser puramente epistêmicas. Nesse caso, essas normas diriam respeito a como o agente deve visar ou buscar a verdade. O segundo modo como o debate da ética da (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26. Filosofia da Linguagem.Teresa Marques & Manuel García-Carpintero - 2012 - In Pedro Galvão (ed.), Filosofia: Uma Introdução por Disciplinas. Edições 70.
    A filosofia da linguagem dedica-se ao estudo da linguagem natural. Não se dedica ao estudo de línguas particulares, tal como o português, o castelhano ou o inglês, mas sim ao estudo filosófico de características gerais da linguagem e da nossa capacidade e proficiência linguística enquanto seres humanos. A investigação do desenvolvimento da linguagem é uma tarefa a ser desenvolvida pela ciência – a paleontologia, a neurologia, etc. Mas a ciência ocupa-se de algo de que temos um conhecimento intuitivo prévio – (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27. Produção de conhecimento: uma característica fundamental das sociedades humanas.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    Produção de conhecimento: uma característica fundamental das sociedades humanas -/- 1. As diferentes formas de conhecimento A espécie humana não se limita a sobreviver no mundo. Ela também procura entendê-lo e modificá-lo de acordo com as diferentes formas como percebe a realidade. Essa busca, que articula a realidade objetiva e a subjetiva, é a matriz sobre a qual se constrói o que convencionamos chamar de conhecimento. Podemos definir o conhecimento como toda compreensão e prática adquiridas, cuja memória e transmissão permitem (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  46
    O que é a Educação Infantil?Khyara Fantollini dos Santos - manuscript
    Entendemos a Educação Infantil em amplo sentido, isto é, há um leque de conceitos em que pode-se gozar dentro da Pedagogia e as Ciências da Educação, é nessa modalidade de ensino que podem-se englobar todas as esferas educativas vivenciadas pelas crianças de, conforme Lei, 0 à 5 anos de idade, pela família e, também, pelo próprio corpo social, antes mesmo de atingir a idade educativa obrigatória que é, vide Lei, aproximadamente a partir dos 7 anos de idade. A EI também (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29. O problema da objetividade.Donald Davidson - 2013 - Skepsis: A Journal for Philosophy and Interdisciplinary Research 6 (9):141-159.
    Desde Descartes a epistemologia tem se baseado no conhecimento de primeira pessoa. Devemos começar, de acordo com a história usual, com o que é mais certo: o conhecimento de nossas próprias sensações e pensamentos. De uma maneira ou outra, progredimos então, se pudermos, para o conhecimento de um mundo externo objetivo. Há por fim uma passagem tênue ao conhecimento das outras mentes. Defendo uma total revisão desse quadro. Todo pensamento proposicional, quer positivo ou cético, sobre o interior ou sobre o (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos.João Branquinho, Desidério Murcho & Nelson Gonçalves Gomes (eds.) - 2006 - São Paulo, SP, Brasil: Martins Fontes.
    Esta enciclopédia abrange, de uma forma introdutória mas desejavelmente rigorosa, uma diversidade de conceitos, temas, problemas, argumentos e teorias localizados numa área relativamente recente de estudos, os quais tem sido habitual qualificar como «estudos lógico-filosóficos». De uma forma apropriadamente genérica, e apesar de o território teórico abrangido ser extenso e de contornos por vezes difusos, podemos dizer que na área se investiga um conjunto de questões fundamentais acerca da natureza da linguagem, da mente, da cognição e do raciocínio humanos, bem (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   5 citations  
  31. Por que se escrevia história? Sobre a justificação da historiografia no mundo ocidental pré-moderno.Arthur Alfaix Assis - 2011 - In História, verdade e tempo. Chapecó, Brazil: Argos.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  21
    Considerações acerca das noções de ação e liberdade em Espinosa. Temporalidade e Contingência.Lia Levy - 2000 - Revista de Filosofia Política 6:43-61.
    Nesse primeiro momento da análise do problema da liberdade em Espinosa, gostaria de mostrar que, embora Espinosa trate o conceito de contingência como relacionado à finitude do entendimento humano, o que sugere uma abordagem meramente negativa, ele, na verdade, desenvolve uma abordagem positiva, a saber : a contingência, assim como o tempo , é uma forma necessária do pensamento humano que tem um fundamento na realidade das coisa s às quais ele se aplica, embora não possa ser considerado uma (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33.  32
    Hegel, Heidegger, Derrida: Desconstruindo a mitologia branca.Nythamar Fernandes De Oliveira - 2002 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 47 (1):81.
    Trata-se de mostrar em que sentido a metaforicidade é inerente à desconstrução de Jacques Derrida e logra articular conceito e metáfora no discurso filosófico, sem reduzir um ao outro, viabilizando uma discursividade sobre a alteridade, como altemativa à dialética hegeliana e sua semiologia de Aufhebung. assim como à própria desconstrução heideggeriana. Mostra-se ainda, à luz da desmitologização empreendida por John Caputo, que a desconstrução derridiana na verdade radicaliza e efetiva a hermenêutica heideggeriana da facticidade.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34. Morality's Place: Kierkegaard and Frankfurt.Christian Piller - 2008 - Revista Portuguesa de Filosofia 64 (2/4):1207 - 1219.
    The aim of this paper is to look at Søren Kierkegaard's defence of an ethical way of life in the light of Harry Frankfurt's work. There are salient general similarities connecting Kierkegaard and Frankfurt: Both are sceptical towards the Kantian idea of founding morality in the laws of practical reason. They both deny that the concerns, which shape our lives, could simply be validated by subject-independent values. Furthermore, and most importantly, they both emphasize the importance of reflective endorsement of one's (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  35. Religião e política no pensamento de Maquiavel.J. L. Ames - 2006 - Kriterion: Journal of Philosophy 47 (113):51-72.
    For Machiavelli, religion is valued not by the importance of its founder, the content of its teachings, the truth of its dogmas or the significance of its rites. It is not the essence of what really matters but its function and importance for collective life. Religion teaches to recognize and respect political rules through the religious commandments. This collective norm could assume the outer coercive aspect of the military discipline as well as the inner persuasive character of civic and moral (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  36.  26
    Dialectic and Existence in Kierkegaard and Kant.Nythamar Fernandes De Oliveira - 2001 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 46 (2):231.
    Este artigo procura examinar em que medida a filosofia moral de Kierkegaard se apóia na crítica kantiana da razão dialética. Mostra-se que a rejeição kantiana da prova ontológica da existência de Deus significa um afastamento da incerteza objetiva em direção à certeza prática, enquanto a dialética kierkegaardiana da existência permite que a verdade seja tomada como sendo tanto pessoal quanto objetiva. Se a concepção kierkegaardiana de existência não pode ser separada do Paradoxo Absoluto ou se nem sequer pressupõe a (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  38
    Sobre algumas condições para a dúvida na Primeira Meditação de Descartes.César Schirmer dos Santos - 2007 - Barbarói 26:173-186.
    Descartes propõe, como atitude àquele que pretende fazer ciência, colocar tudo em dúvida. Como veremos, tal proposta restringe-se ao plano ou domínio da investigação da verdade, o qual é distinto do plano ou domínio da conduta da vida. Tal restrição é fundamental para a própria possibilidade da dúvida metódica, e torna o método da dúvida um análogo das posições críticas usuais dos cientistas em relação aos discursos não justificados. Além de ser possibilitado pela restrição ao domínio da investigação científica, (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  58
    Laws of Nature: a philosophical approach / Leis da Natureza: uma abordagem filosófica.Rodrigo Reis Lastra Cid - 2019 - Macapá, Brazil: Editora da Universidade Federal do Amapá.
    This book deals with an internal theme of metaphysics, which is the metaphysics of the laws of nature. The author presents traditional contemporary theories, as well as his own original theory, and evaluates each one at a time. He also addresses the problem of the modality of the laws of nature and makes some criticism of the standard view of necessity as truth in all possible worlds, and shows an application of his discussion to the metaphysics of physics. / Este (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39. SOBRE A PREDICAÇÃO EM ARISTÓTELES: COMPOSICIONALIDADE E CORRESPONDÊNCIA.John Karley de Souza Aquino - 2015 - Expressão Católica 4 (2):1-13.
    O presente artigo se propõe definir o que é predicação em Aristóteles, como predicamos e qual o critério para determinar se uma predicação é verdadeira ou falsa. Nossas referências serão o livro Das Categorias, do capítulo 1 ao 5 e Da interpretação do capítulo 1 ao 6. Concluiremos que a teoria da predicação em Aristóteles afirma que definir algo é predicar e que o critério de verdade de uma proposição é a sua correspondência aos fatos.
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40. Dos Problemas Filosóficos e suas Características.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    -/- DOS PROBLEMAS FILOSÓFICOS E SUAS CARACTERÍSTICAS -/- OF PHILOSOPHICAL PROBLEMS AND THEIR CHARACTERISTICS -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva -/- l. A TENDÊNCIA FILOSÓFICA - A Filosofia surgiu graças à curiosidade humana. Os primeiros filósofos buscavam encontrar as respostas para perguntas perturbadoras sobre a verdade, o ser, a existência autêntica, o absoluto, a transcendência do espírito, a ideia de bem e mal, além de compreender esse mundo binário (o dilema: bem e mal) que tanto inquieta a humanidade desde (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  47
    Nossos comportamentos inconscientes automatizados revelam nossos verdadeiros eus e verdades escondidas sobre o universo? -Uma revisão de David Hawkins ' ‘Power vs Force’ (Poder vs Força )-os determinantes ocultos do comportamento humano-oficial do autor edição autoritária ' 412p (2012) (edição original 1995)(revisão revisada 2019).Michel Richard Starks - 2019 - In Delírios Utópicos Suicidas no Século XXI Filosofia, Natureza Humana e o Colapso da Civilization- Artigos e Comentários 2006-2019 5ª edição. Las Vegas, NV USA: Reality Press. pp. 237-240.
    Eu estou muito acostumado com livros estranhos e pessoas especiais, mas Hawkins se destaca devido ao seu uso de uma técnica simples para testar a tensão muscular como uma chave para a "verdade" de qualquer tipo de declaração qualquer-i. e., não apenas para se a pessoa que está sendo testada acredita , mas se é realmente verdade! O que é sabido é que os povos mostrarão respostas fisiológicas e psicológicas automáticas, inconscientes a apenas sobre qualquer coisa que são (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42. Uma nota sobre uma teoria medieval acerca de inexistentes.Ernesto Perini-Santos - 2018 - Ética E Filosofia Política 3:109-128.
    Algumas soluções medievais para o sofisma ´omnis homo de necessitate est animal´ postulam um tipo especial de ser, o ser da essência (esse essentiae), que explica como uma predicação necessária pode ser verdadeira sobre seres cuja existência é contingente. O ser da essência, distinto do ser efetivo (esse actuale), admite apenas propriedades necessárias. Deste traço se seguem duas diferenças em relação a teorias meinonguianas acerca do não ser. Inicialmente, segundo Meinong, o tipo de propriedade de um objeto é independente de (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43.  59
    O Argumento do Milagre comete a Falácia da Taxa-base? Apresentação, Estado da Arte e Questões de Formalização.Pedro Bravo De Souza - 2018 - Intuitio 11 (1):46-64.
    Objetivamos discutir a crítica, avançada por Colin Howson em Hume's problem, segundo a qual o argumento do milagre (doravante, AM) comete a falácia da taxa-base. Por falácia da taxa-base, entende-se a negligência do valor da probabilidade prévia de determinada hipótese ou teoria T, P(T). Por sua vez, em uma de suas versões, AM assere que apenas assumindo que uma teoria científica madura T é aproximadamente verdadeira não faz de seu sucesso preditivo um milagre. Formalizado probabilisticamente, Howson argumenta que a conclusão (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  46
    A utilidade dos Tópicos em relação aos princípios das ciências.Fernando Mendonça - 2014 - In Lucas Angioni (ed.), Lógica e Ciência em Aristóteles. Campinas: PHI. pp. 287-330.
    Meu objetivo nesse texto é oferecer uma interpretação do modo como a dialética aristotélica pode ser útil para a filosofia em geral, e o conhecimento dos princípios em particular, sem incorrer em problemas epistemológicos geralmente presentes ao se tentar explicar como, a partir de proposições das quais não temos comprovação do valor de verdade que possuem, as endoxa, se pode conhecer proposições primeiras e verdadeiras. Meu argumento central é que não é a dialética que, afinal, é útil para o (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   5 citations  
  45.  18
    Revisão de ‘Eu sou um Loop Estranho’ (I am a Strange Loop) por Douglas Hofstadter (2007) (revisão revisada 2019).Michael Richard Starks - 2020 - In Entendendo as Conexões entre Ciência, Filosofia, Psicologia, Religião, Política, Economia, História e Literatura - Artigos e Avaliações 2006-2019. Las Vegas, NV USA: Reality Press. pp. 251-268.
    Último sermão da Igreja do naturalismo fundamentalista pelo pastor Hofstadter. Como o seu muito mais famoso (ou infame por seus erros filosóficos implacáveis) Godel, Escher, Bach, ele tem uma plausibilidade superficial, mas se se compreende que este é um cientificismo desenfreado que mistura questões científicas reais com os filosóficos (ou seja, o somente as edições reais são que jogos da língua nós devemos jogar) então quase todo seu interesse desaparece. Eu forneci um quadro para análise baseada na psicologia evolutiva e (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46.  84
    Hermenéutica y toma de decisiones en ética clínica.Oscar Vergara - 2017 - Revista Bioética 25 (2):255 - 263.
    Resumen Hermenéutica y toma de decisiones en ética clínica La moderna hermenéutica se interesa por las condiciones de posibilidad de la comprensión humana. Sus aportaciones son de indudable interés para el campo de la ética biomédica, donde médico y paciente tratan de comprenderse mutuamente con el fin de concretar determinado proyecto de cuidados. Sin embargo, esta aproximación está lejos de ser aprovechable para formar una pauta concreta de cara a la toma de decisiones en este campo. La hermenéutica acierta al (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  47.  33
    Sanidade Animal: Doenças Causadas por Alimentação Inadequada.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    DOENÇAS CAUSADAS POR ALIMENTAÇÃO INADEQUADA    Emanuel Isaque Cordeiro da Silva Departamento de Zootecnia da UFRPE E-mail: emanuel.isaque@ufrpe.br WhatsApp: (82)98143-8399  INTRODUÇÃO Das muitas doenças esporádicas que podem afetar os animais, as mais frequentes afetam o aparelho digestivo ou são causadas pelo consumo de alimentos inadequados. Nas alterações que ocorrem no estômago e intestino é muito estreita a relação entre as doenças e a alimentação. Por um lado, os alimentos em más condições, sujos, ácidos, umedecidos, contaminados ou administrados (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  53
    Crítica à Metafísica.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Alana Thaís da Silva - manuscript
    -/- FILOSOFIA: CRÍTICA À METAFÍSICA -/- PHILOSOPHY: CRITICISM TO METAPHYSICS -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - UFRPE Alana Thaís Mayza da Silva - CAP-UFPE RESUMO: A Metafísica (do grego: Μεταφυσική) é uma área inerente à Filosofia, dito isto, é uma esfera que compreende o mundo e os seres humanos sob uma fundamentação suprassensível da realidade, bem como goza de fundamentação ontológica e teológica para explicação dos dilemas do nosso mundo. Logo, não goza da experiência e explicação científica com (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49.  26
    Revisão de ‘Sex, Ecology, Spirituality’ (Sexo, Ecologia, Espiritualidade) por Ken Wilber 2ª Ed 851p (2001) (revisão revisada 2019).Michael Richard Starks - 2019 - In Delírios Utópicos Suicidas no Século XXI Filosofia, Natureza Humana e o Colapso da Civilization- Artigos e Comentários 2006-201 5ª edição. Las Vegas, NV USA: Reality Press. pp. 217-232.
    Este livro e a maioria de suas fontes gostaria de ser textos da psicologia, embora a maioria dos autores não o realizem. Trata-se de comportamento humano e raciocínio-sobre por que pensamos e agir da maneira que fazemos e como podemos mudar no futuro. Mas (como toda essa discussão até recentemente) nenhum dos explicações são realmente explicações (melhor chamado de descrições na maioria dos contextos, como insistiu Wittgenstein), e assim eles não dão nenhuma visão sobre o comportamento humano. Ninguém discute os (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50.  25
    JK Rowling é mais malvado que eu?(revisado em 2019).Michael Richard Starks - 2019 - In Delírios Utópicos Suicidas no Século XXI Filosofia, Natureza Humana e o Colapso da Civilization- Artigos e Comentários 2006-2019 5ª edição. Las Vegas, NV USA: Reality Press. pp. 91-94.
    Que tal um take diferente sobre os ricos e famosos? Primeiro o óbvio-os romances de Harry Potter são superstição primitiva que incentiva as crianças a acreditar na fantasia, em vez de assumir a responsabilidade pelo mundo-a norma, é claro. JKR é tão sem noção sobre si mesma e do mundo como a maioria das pessoas, mas cerca de 200 vezes tão destrutiva como o Americano médio e cerca de 800 vezes mais do que o chinês médio. Ela foi responsável pela (...)
    Download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 84