Results for 'Ensino de Filosofia'

1000+ found
Order:
  1. Do Ensino de Filosofia ao Filosofar: Reflexões Sobre o Conceito de Ação em Hannah Arendt.Edvan Tito Carneiro Guerra - 2018 - Saberes 18 (3):59-75.
    O objetivo deste artigo é discutir aspectos do ensino de Filosofia na educação básica à luz do conceito de ação firmado no capítulo V de ACondição Humana de Hannah Arendt, identificado na revelação do agente através do discurso e da ação. Sugerimos a reflexão do conceito de ação como consciência motivadora para o ensino de Filosofia, investindo em políticas educacionais que consideram a diversidade como um elemento favorável para a construção do conhecimento entre professores e alunos. (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. O Ensino De Filosofia como Problema Filosófico: revendo Alejandro Cerletti.Sandro Rinaldi Feliciano - 2019 - In Fabio Gabriel (ed.), Filosofia, Educação e Ensino: perspectivas contemporâneas. Curitiba, PR, Brasil: Editora Multifoco. pp. 13-33.
    O ensino de filosofia é hoje feito de diversas formas (práticas), sendo as três principais (ou bases), a histórica, a temática e a criação conceitual. No entanto parece muito mais plausível e até saudável uma combinação entre duas destas formas, ou até as três, mas isto não elimina a problemática das perguntas: "qual é a melhor forma?", ou "qual é a mais certa?" ou ainda "qual é a mais eficaz ou a mais eficiente?", na medida em que estas (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. Breve Histórico do Ensino de Filosofia no Brasil.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    O ensino de filosofia seguiu uma rota tortuosa desde a colônia até os tempos atuais. O breve histórico desse percurso tem o objetivo de reafirmar a necessidade dessa disciplina no currículo escolar, sobretudo porque sempre há aqueles que a consideram de pouca importância. No entanto, em um mundo cada vez mais pragmático, a formação exclusivamente técnica de nossos jovens dificulta o processo de conscientização crítica, além de desprezar a herança de uma sabedoria milenar. Os primeiros tempos No Brasil, (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. O ensino de Filosofia na Escola Estadual de Educação Profissional: uma Relação entre Educação e Sociedade.Iseuda Ferreira Lima - 2022 - Dissertation, Universidade Federal Do Ceará
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Entre apostas e heranças: contornos africanos e afro-brasileiros na educação e no ensino de filosofia no Brasil.Wanderson Flor do Nascimento - 2020 - Rio de Janeiro, RJ, Brasil: NEFI.
    Reflexões, desde as filosofias africanas, sobre a educação, o ensino de filosofia e as relações raciais na educação brasileira.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Epistemologia e Currículo: registro do II Workshop de Filosofia e Ensino da UFRGS.Gisele Dalva Secco, Ronai Pires da Rocha, Daniel Simão Nascimento, Nastassja Pugliese, Frank Thoma Sautter, Marta Vitória de Alencar & Renato Matoso Brandão - 2015 - Porto Alegre, RS, Brasil: Federal University of Rio Grande do Sul.
    O livro reúne textos apresentados no II Workshop de Filosofia e Ensino, realizado na UFRGS em 2015, com a temática "Epistemologia e Currículo" -/- .
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. Técnicas pedagógicas passo-a-passo de ensino de filosofia para o jurista desocupado.Rubin Souza - 2014 - Captura Criptica: Direito, Política E Atualidade 1 (4):9-19.
    O objetivo do trabalho é auxiliar o jurista desocupado responsável pelo ensino da cadeira de filosofia do direito. A situação mais frequente nas faculdades de direito são as aulas de filosofia e de outras cadeiras do eixo fundamental serem tapeadas por qualquer bacharel sem nada melhor para fazer. Ocorre que tais ociosos juristas muitas vezes se veem receosos quando instituídos nos seus cargos, isso porque não possuem qualquer conhecimento na matéria em que lecionam, ao mesmo tempo em (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Reflexões sobre a Metodologia do Ensino de Filosofia.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    REFLEXÃO SOBRE A METODOLOGIA DO ENSINO DE FILOSOFIA -/- -/- REFLECTION ON THE METHODOLOGY OF PHILOSOPHY TEACHING -/- -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: [email protected] e [email protected]. WhatsApp: (82)9.8143-8399. -/- -/- -/- Etimologicamente, a palavra método é constituída pelos termos gregos metá, "por meio de", e hodós, "caminho". O método é, portanto, um "caminho por meio do qual" chegamos a um fim, atingimos determinado objetivo. -/- Vejamos qual é o desafio para (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9. O filme Medianeras sob a perspectiva da reificação e o ensino de Filosofia.Gilberto Miranda Jr - 2016 - Filosofia, Arte e Militância Docente.
    O presente artigo tem por objetivo analisar a produção cinematográfica "Medianeras – Buenos Aires na era do amor virtual" sob a perspectiva do conceito de Reificação de György Lukács, problematizando transversalmente os protestos urbanos do início do século XXI e a vida urbana na contemporaneidade. Em seguida irá problematizar o uso de filmes no ensino de Filosofia, sua pertinência enquanto ferramenta de ensinoaprendizagem e o sentido da transversalidade como campo de atuação do ensino de Filosofia no (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10. Metodologias para o Ensino de Lógica em Libras: Notas sobre o desenvolvimento de uma aula de Lógica para o projeto IFSP FILOLIBRAS.Rafael Testa, Lucimar Bizio & João Antonio de Moraes - 2022 - CLE E-Prints 20 (3).
    Resumo -/- A partir da experiência de produção de uma videoaula de Lógica em Libras (Testa, Moraes, Bizio e Caló, 2021) para o IFSP FILOLIBRAS, inserida no contexto do projeto ‘O Ensino de Filosofia para Surdos: elaboração de material didático em uma perspectiva de inclusão escolar’ (Moraes e Bizio, 2021), levantamos algumas questões relativas ao arcabouço teórico do projeto. Após introduzirmos as motivações do projeto, explicamos como sua metodologia foi tratada no contexto da aula de Lógica, expondo as (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11. Aritmética e conhecimento simbólico: notas sobre o Tractatus Logico-Philosophicus e o ensino de filosofia da matemática.Gisele Dalva Secco - 2020 - Perspectiva Filosófica 47 (2):120-149.
    Departing from and closing with reflections on issues regarding teaching practices of philosophy of mathematics, I propose a comparison between the main features of the Leibnizian notion of symbolic knowledge and some passages from the Tractatus on arithmetic. I argue that this reading allows (i) to shed a new light on the specificities of the Tractarian definition of number, compared to those of Frege and Russell; (ii) to highlight the understanding of the nature of mathematical knowledge as symbolic or formal (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. Conceitos de filosofia na escola e no mundo e a formação do filósofo segundo I. Kant.Marcos César Seneda - 2009 - Kriterion: Journal of Philosophy 50 (119):233-249.
    Este texto pretende discutir, do ponto de vista kantiano, o que pode ser ensinado e o que pode ser aprendido em Filosofia. Seu objetivo é construir os argumentos hipotéticos de Kant em face do método estruturalista de leitura de textos filosóficos. Para circunscrever este tema, aparentemente muito amplo, tomaremos como fio condutor um célebre texto de aula de I. Kant, publicado por G. B. Jäsche sob o título Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant ministrou este curso por mais (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13. Racionalidade Argumentativa: Retórica, Lógica e suas Contribuições ao Ensino de Filosofia.José Belizario Neto - 2024 - Dissertation, University of Campinas
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. Como ensinar filosofia em uma educação maior: uma análise bourdieunana do sistema de ensino.Matheus Diesel Werberich - 2020 - Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo 6 (1):1-12.
    No presente artigo, constata-se o modo como o ensino de filosofia no Brasil, visto como educação maior, é utilizado como ferramenta da inculcação de um arbitrário cultural a partir de uma análise bourdieuana do sistema de ensino. Chegou-se à conclusão que a prioridade conferida ao texto clássico de filosofia no ensino médio é um modo de reprodução das mesmas estruturas sociais que permitem a impossibilidade de ascensão social. Com isso, é proposta uma educação menor, cuja (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15. Filosofia no Ensino Médio: distinções preliminares para uma didática mínima da lógica.Gisele Dalva Secco - 2013 - Controvérsia 9 (2):89-102.
    O texto fornece distinções conceituais engendradas desde uma perspectiva para o ensino de filosofia que contempla, em seu horizonte, o projeto a construção de uma didática mínima da lógica para o ensino médio. Após a apresentação de alguns aspectos positivos da referida perspectiva são indicadas duas maneiras usuais de compreender e praticar o ensino de lógica. O objetivo central do texto é mostrar como, desde a perspectiva inicialmente esboçada, os esclarecimentos conceituais propostos podem sugerir caminhos interdisciplinares (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  16. O ‘não lugar’ epistemológico da Filosofia Africana nos livros didáticos de filosofia para o ensino médio aprovados pelo Programa Nacional do Livro e Material Didático – PNLD 2012.Josadaque Martins Silva - 2021 - Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo 7:1-21.
    O artigo pretende analisar a questão do ‘não lugar’ epistemológico da Filosofia Africana nos livros didáticos de filosofia aprovados pelo Programa Nacional do Livro e Material Didático – PNLD de 2012. Parte-se do pressuposto de que o cerne deste problema é o racismo epistêmico/eurocêntrico, engendrado no período da modernidade e que corrobora o estatuto do nascimento da filosofia na Grécia antiga. O objetivo é apresentar certo viés do pensamento filosófico moderno e contemporâneo, notadamente Kant e Hegel, que (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17. Filosofia Sem Filósofos: análise de conceitos como método e conteúdo para o ensino médio.Daniel Durante Pereira Alves - 2012 - Filosofia No Ensino Médio: Desafios E Perspectivas.
    Este artigo propõe a adoção do método da análise de conceitos conforme apresentada por John Wilson, como metodologia pedagógica e principal conteúdo para a disciplina de filosofia no ensino médio.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18. O Ensino de Sociologia (Ciências Sociais).Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    O ensino da Sociologia no Ensino Médio, ao considerar as indicações dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), tem como objetivo introduzir o aluno nos principais saberes referentes às questões conceituais e metodológicas que fundamentam a Sociologia, a Antropologia e a Ciência Política2 O contexto de transformação social inaugurado nos séculos XVIII e XIX e a busca pela compreensão científica deste processo vieram estruturar as grandes questões que permeiam este campo do saber. Os paradigmas fundantes da Sociologia, em seus esforços (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19. A FILOSOFIA DA CIÊNCIA E A IMPORTÂNCIA DO SEU ENSINO NAS AULAS DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDIO.Wendel Alves dos Santos - 2019 - Dissertation, Universidade Do Estado Do Rio Grande Do Norte
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. Substância Na História da Filosofia.Lia Levy, Carolina Araújo, Ethel Menezes Rocha, Markos Klemz Guerrero & Fábio Ferreira de Almeida (eds.) - 2023 - Pelotas: NEPFil online.
    A coletânea apresenta, sob a forma de artigos, problemas e soluções associados ao conceito e substância ao longo da história da filosofia. Sem pretender exaurir esse percurso, a coletânea contém 29 artigos redigidos por diversos especialistas brasileiros em Filosofia. Sua proposta é oferecer uma visão clara, acessível, precisa e atualizada desse recorte da história do conceito de filosofia, na expectativa de contribuir para o aperfeiçoamento do ensino e debate de filosofia no país. -/- The anthology (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21. Pensar ensino, pensar a prática – uma proposta de ensino baseada da filosofia de Platão e Aristóteles.Patrícia dos Reis Costa - 2015 - Actas 3:1-13.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22. Série Investigações Filosóficas: Textos Selecionados de Filosofia da Ciência II [Philosophical Investigation Series: Selected Texts on Philosophy of Science II].Luana Poliseli (ed.) - 2021 - Pelotas: Editora da Universidade Federal de Pelotas.
    A Série Investigação Filosófica, uma iniciativa do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Filosofia do Departamento de Filosofia da UFPel e do Grupo de Pesquisa Investigação Filosófica do Departamento de Filosofia da UNIFAP, sob o selo editorial do NEPFil online e da Editora da Universidade Federal de Pelotas, com auxílio financeiro da John Templeton Foundation, tem por objetivo precípuo a publicação da tradução para a língua portuguesa de textos selecionados a partir de diversas plataformas internacionalmente reconhecidas, (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  87
    O uso do texto filosófico na educação básica: é possível ler Kant?Luiz Felipe de Saibro Dossena - 2023 - Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo 9:1-14.
    É possível trabalhar com textos clássicos da filosofia no atual contexto das escolas públicas brasileiras? Se sim, como fazer uso desses textos? Quais as possibilidades e os limites para nossas pretensões, enquanto professores de filosofia, quanto ao uso do texto filosófico? Importantes teóricos do ensino de filosofia no Brasil, tal como Lidia Maria Rodrigo, Renata Aspis e Silvio Gallo, defenderam que os textos filosóficos não apenas podem e devem ser trabalhados em sala de aula, mas ainda (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24.  74
    Entrevista com a Dra. Sônia T. Felipe: ética animal, abolicionismo e veganismo no Brasil.Gustavo Henrique de Freitas Coelho & Lais Oliveira Rios - 2021 - Primordium - Revista de Filosofia e Estudos Clássicos 6 (11):1-30.
    Entrevista concedida a partir da presença da filósofa em encontro realizado no dia 12 de dezembro de 2020 a convite do Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão em Ética Animal da Universidade Federal de Uberlândia para apresentação e discussão de sua obra “Galactolaria: mau deleite” (2012). Em nome da Revista Primordium, os discentes do curso de graduação e pós-graduação em Filosofia da UFU, Laís Oliveira Rios e Gustavo Henrique de Freitas Coelho, prepararam e conduziram a entrevista.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25. Filosofia como "Produto" ou como "Processo"?Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    FILOSOFIA COMO PRODUTO OU COMO PROCESSO? -/- PHILOSOPHY AS A PRODUCT OR AS A PROCESS? -/- Por: Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: [email protected] e [email protected] WhatsApp: (82)9.8143-8399. -/- -/- PREMISSA -/- Nos trabalhos anteriores, na área filosófica, trabalhei a importância da filosofia no ensino médio e a responsabilidade pedagógica do professor. Doravante, compartilho agora da experiência daqueles que já se debruçaram sobre aquelas questões, acrescentando outras indagações: "Que fins pretendo alcançar com (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26. A COMPATIBILIDADE ENTRE O RETORNO DA FILOSOFIA AO ENSINO MÉDIO E A INCLUSÃO DA FILOSOFIA NOS PROGRAMAS DOS VESTIBULARES.Marcos Seneda - 2008 - Fragmentos de Cultura 18:393-405.
    Duas questões têm ocupado recentemente a comunidade filosófica: o retorno da Filosofia aos currículos do Ensino Médio e o ingresso da Filosofia nos vestibulares. A partir da experiência de inclusão da Filosofia no vestibular, levada a efeito pela Universidade Federal de Uberlândia, este texto pretende apresentar algumas reflexões sobre a compatibilidade entre o retorno da Filosofia aos currículos do Ensino Médio e a sua inclusão nos programas de vestibular.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27. Filosofia desde o quilombo e Comunidades Autofilosóficas da Quebrada (CAQ): considerações quilombistas, decoloniais e libertárias sobre a 'práxis' filosófica brasileira.Josadaque Martins Silva - 2022 - Revista Estudos Libertários 4 (11):95-136.
    Este artigo visa analisar, em linhas gerais, a “práxis” filosófica brasileira tal como delineada, historicamente, pela pedagogia estruturalista do Departamento de Filosofia da USP. Parte-se do princípio de que essa pedagogia, fundamentada na tradição filosófica ocidental norte-cêntrica, eliminou as filosofias produzidas por comunidades políticas e geopolíticas não ocidentais – entre elas, as Filosofias da Quebrada – no âmbito do ensino de filosofia no Brasil, favorecendo somente a mera formação em história da filosofia, em detrimento do filosofar. (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28. Sobre os sentidos e os lugares interdisciplinares da Filosofia.G. D. Secco & Priscilla Tesch Spinelli - 2021 - Anais Do I Encontro de Filosofia E Ensino Do Rio Grande Do Sul.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29. Philosophical Practices and Pedagogical Practices in Philosophy / Práticas Filosóficas e Práticas Pedagógicas em Filosofia.Rodrigo Cid - 2009 - Cadernos UFS de Filosofia 6:87-95.
    These days philosophy teaching in universities follows two main views: the continental philosophy and the analytic philosophy. Each one of those traditions has very different philosophical and pedagogical practices. My objectives in this article are: 1. to show the distinctions between the practices that continental and analytical philosophies cultivated at the universities; 2. to indicate that there is a confusion at the characterization of what is analytic philosophy, and that the critics driven to it are in fact driven to logical (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Da Educação enquanto Afirmação da Vida entre a Arte e a Filosofia segundo Nietzsche no Filme “Sociedade dos Poetas Mortos”.Luiz Carlos Mariano Da Rosa - 2022 - Griot 22 (2):121-138.
    Baseado no filme “Sociedade dos Poetas Mortos” (1989), o artigo assinala o caos instaurado no âmbito da escola tradicional norte-americana Welton através do trabalho do professor John Keating na instauração de novos métodos de ensino e aprendizagem para a literatura, na medida em que tende a fomentar o questionamento acerca do sentido e do valor da vida e o cultivo de si como possibilidade de produção de um conteúdo novo e extemporâneo e o conhecimento enquanto afirmação das forças da (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31. EXPLICAÇÕES TELEOLÓGICAS E FUNCIONAIS EM LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO ENSINO MÉDIO.Ricardo Santos do Carmo - 2010 - Dissertation, Universidade Federal da Bahia, Brazil
    Neste trabalho, avaliamos as implicações que o debate filosófico acerca das explicações em termos de função e objetivo podem ter no contexto educacional, particularmente no ensino e aprendizagem de biologia. Para alcançar este objetivo, investigamos como três obras didáticas de biologia do Brasil utilizam a linguagem teleológica na formulação de explicações para os assuntos que são objeto de estudo dessa ciência. Na análise das obras, exploramos os enunciados teleológicos e funcionais a partir de dois projetos explanatórios discutidos na (...) da biologia contemporânea, a saber: (i) etiológico, que fornece uma abordagem essencialmente histórica de explicação biológica; e (ii) organizacional, que orienta o estudo acerca das capacidades de sistemas complexos mediante o apelo às funções de seus componentes, ou seja, a contribuição das partes para a realização de uma capacidade global. Nossos resultados mostram que poucas explicações podem ser qualificadas como etiológicas, em razão de que os autores preterem a discussão de temas segundo um tratamento evolutivo. Associado a esse resultado, a maioria dos enunciados foi localizada no contexto do projeto organizacional de explicação científica. Na análise das explicações, destacamos os principais problemas que elas apresentam, como a falta de clareza na identificação do explanandum e explanans, situação que pode prejudicar a compreensão dos assuntos pelos estudantes. Por fim, colocamos que a recontextualização das duas abordagens centrais sobre as explicações funcionais na filosofia da biologia, a perspectiva etiológica e a organizacional, podem fornecer um embasamento epistemológico consistente para as explicações biológicas no ensino médio. (shrink)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  32. Diálogos que nossos alunos podem ler.Gisele Dalva Secco - 2015 - Porto Alegre: Sci Books.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33. DO PROCESSO FORMATIVO-EDUCACIONAL ENQUANTO AFIRMAÇÃO DAS FORÇAS DA VIDA SEGUNDO NIETZSCHE E A CORRELAÇÃO ENVOLVENDO ARTE E FILOSOFIA NO FILME “SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS”.Luiz Carlos Mariano da Rosa - 2022 - Revista de Educação Pública 31 (1):1-24.
    Baseado no filme “Sociedade dos Poetas Mortos”, o artigo assinala o impacto na escola Welton dos novos métodos de ensino e aprendizagem do professor John Keating, que sublinha o sentido e o valor da vida, defendendo o cultivo de si e o conhecimento enquanto afirmação das forças da vida. Dessa forma, fundado na crítica de Nietzsche à “cultura histórica” e à questão envolvendo os professores de filosofia - filósofos ou servidores da “história”? -, o artigo propõe a superação (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34.  90
    Da Educação Enquanto Afirmação da Vida Entre a Arte e a Filosofia Segundo Nietzsche No Filme “Sociedade Dos Poetas Mortos”.Luiz Carlos Mariano da Rosa - 2022 - Revista Filosofia Capital-Rfc, Issn: 1982-6613, Brasí­Lia - Distrito Federal / Brasil 18 (24):29-50.
    Baseado no filme “Sociedade dos Poetas Mortos” (1989), o artigo assinala o caos instaurado no âmbito da escola tradicional norte-americana Welton através do trabalho do professor John Keating na instauração de novos métodos de ensino e aprendizagem para a literatura, na medida em que tende a fomentar o questionamento acerca do sentido e do valor da vida e o cultivo de si como possibilidade de produção de um conteúdo novo e extemporâneo e o conhecimento enquanto afirmação das forças da (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35. Do processo formativo-educacional no filme Instituto Benjamenta e a superação da imagem ortodoxa, dogmática, pré-filosófica, natural e moral do pensamento em Deleuze e Guattari.Luiz Carlos Mariano da Rosa - 2022 - DEVIR EDUCAÇÃO 6 (1):1-28.
    Baseado na perspectiva da geofilosofia de Deleuze e Guattari em um processo que se sobrepõe à relação envolvendo sujeito e objeto enquanto fronteira do pensamento e que implica o pensamento como desdobramento de uma violência e as formações genealógicas do saber, o artigo se detém na análise do paradoxal mundo do Instituto Benjamenta em uma construção fílmica adaptada do romance Jakob von Gunten, de Robert Walser, que encerra um movimento que traz como conteúdo a matéria que se impõe ao caos (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36. A Educação de Jovens e Adultos como Transformação Social.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva & Meuri Rusy Maria do Nascimento - 2017 - Dissertation,
    Monografia apresentada à banca examinadora da Escola Municipal Manuel Teodoro de Arruda, anexa do Colégio Frei Cassiano de Comacchio em Belo Jardim, para a obtenção do título de concluinte do curso de Normal Médio, oferecido pela instituição. A natureza do trabalho, em suma, consiste em apresentar perspectivas de trans formação social para a comunidade de jovens e adultos, o principal programa cunho do trabalho é a Educação de Jovens e Adultos a EJA, e como esse programa intervém na sociabilidade e (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37. QECR E O ENSINO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA: AUTONOMIA E ALTERIDADE.Alex Pereira De Araújo - 2012 - In Maria D'Ajuda Alomba Ribeiro (ed.), Português como língua estrangeira na UESC : questões identitárias. Ilhéus: Editus. pp. 209-223.
    O presente trabalho busca refletir, no sentido derridiano, sobre o ensino do Português Língua Estrangeira (PLE) à luz do Quadro Europeu Comum de Referência para a aprendizagem, ensino e avaliação de línguas (QECR). Tal documento, juntamente com o Portfólio Europeu das Línguas, se apresenta como um instrumento essencialmente linguístico para a harmonização do ensino de línguas vivas europeias e com uma perspectiva intercultural. Dessa forma, o QECR advoga que o ensino de língua deve promover o desenvolvimento (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  38.  77
    BNCC e o ensino de Português: uma normativa curricular para a língua [em face do pretuguês] ou a linguagem [dos falantes] sob força de lei?Alex Pereira De Araújo - 2024 - Tabuleiro de Letras. E-Issn: 2176-5782.
    Este trabalho apresenta algumas considerações a respeito da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no referente às questões ligadas ao ensino da língua portuguesa no Brasil, à territorialidade e ao pertencimento racial, processos históricos, que envolvem, no campo da educação, a formação docente e a construção da cidadania dos educandos e das educandas nestes tempos de reafirmação do Estado democrático de direito e da vaga decolonial. Portanto, trata-se de uma abordagem política em termos do pensamento de Paulo Freire, patrono da (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39. Filosofando com a IA: a Felicidade.Daniel Durante - manuscript
    Há alguns anos escrevi um pequeno texto que ilustra uma situação problemática sobre o julgamento de se a vida de uma determinada pessoa fictícia (Bento) foi uma vida feliz ou não. Uso com frequência esse texto em minhas aulas introdutórias, como um recurso didático para explicar o que é a filosofia, qual o seu papel no nosso entendimento do mundo, e também para ilustrar a sua principal dificuldade, que é o caráter aporético das questões filosóficas: elas não admitem soluções (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  61
    O IMPACTO DA VIOLÊNCIA NA PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA - NITERÓI-RJ.Marcelo Barboza Duarte - 2018 - Saberes: Revista Interdisciplinar de Filosofia e Educação (Issn 1984-3879) 18:220-248.
    Este trabalho tem como objetivo verificar como educandos da Rede Pública de ensino do Município de Niterói/RJ percebem o fenômeno da violência nas suas comunidades e como esta percepção se evidencia em seus discursos. Para isso foi aplicado um questionário semiestruturado com questões objetivas e uma discursiva, no qual foi respondido por 120 estudantes com idades entre 13 e 17 anos da Rede Estadual de Ensino de escolas da Zona Norte de Niterói, estado do Rio de Janeiro. As (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41. DA EDUCAÇÃO ENTRE UM NIILISMO RADICAL E UMA “VONTADE DE ARTE” NO FILME INSTITUTO BENJAMENTA E A SUPERAÇÃO DAS IMAGENS DOGMÁTICAS DO PENSAMENTO EM DELEUZE E GUATTARI.Luiz Carlos Mariano da Rosa - 2021 - Revista SCIAS Arte/Educação 2 (10):p. 51-79.
    Baseado na perspectiva da geofilosofia de Deleuze e Guattari em um processo que se sobrepõe à relação envolvendo sujeito e objeto enquanto fronteira do pensamento e que implica o pensamento como desdobramento de uma violência e as formações genealógicas do saber, o artigo se detém na análise do paradoxal mundo do Instituto Benjamenta (1995) em uma construção fílmica adaptada do romance Jakob von Gunten, de Robert Walser, que encerra um movimento que traz como conteúdo a matéria que se impõe ao (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42. O Ensino de Língua Portuguesa e Literatura na Sala de Aula.Isabel de Oliveira E. Silva Monguilhott & Et Alli - 2017 - In Júnior Atilio Butturi (ed.), Estudos Interdisciplinares de Língua, Literatura e Tradução. Editora CRV. pp. 253-266.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43. História da Sociologia: O desenvolvimento da sociologia brasileira.Emanuel Isaque Cordeiro da Silva - manuscript
    HISTÓRIA DA SOCIOLOGIA: O DESENVOLVIMENTO DA SOCIOLOGIA I -/- A SOCIOLOGIA BRASILEIRA -/- HISTORY OF SOCIOLOGY: THE DEVELOPMENT OF SOCIOLOGY I -/- THE BRAZILIAN SOCIOLOGY -/- Emanuel Isaque Cordeiro da Silva – IFPE-BJ, CAP-UFPE e UFRPE. E-mails: [email protected] e [email protected] WhatsApp: (82)9.8143-8399. -/- PREMISSA -/- Como na França de Émile Durkheim, os primeiros passos da Sociologia no Brasil, em termos institucionais, ocorreram a partir de iniciativas para a inclusão dessa disciplina no ensino secundário (hoje, ensino médio). A primeira (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44. Concepts of philosophy in the school and world and training of the philosopher according to E. Kant.Marcos Cesar Seneda - 2009 - Kriterion: Journal of Philosophy 50 (119):233-249.
    Este texto pretende discutir, do ponto de vista kantiano, o que pode ser ensinado e o que pode ser aprendido em Filosofia. Seu objetivo é construir os argumentos hipotéticos de Kant em face do método estruturalista de leitura de textos filosóficos. Para circunscrever este tema, aparentemente muito amplo, tomaremos como fi o condutor um célebre texto de aula de I. Kant, publicado por G. B. Jäsche sob o título Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant ministrou este curso por (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45. Textos Selecionados de Filosofia das Emoções.Felipe Nogueira de Carvalho & Flavio Williges - 2023 - Pelotas: Editora UFPel.
    Esse volume consiste em traduções de verbetes da Enciclopédia Stanford de Filosofia que dizem respeito à Filosofia das Emoções. Trata-se de um volume de orientação história, que visa desfazer o mito de que emoções foram objetos menores de análise filosófica antes da contemporaneidade, resgatando assim a grande riqueza de teorias e reflexões sobre emoções e afetos na filosofia antiga, medieval, renascentista, moderna e indiana.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46. TEXTOS SELECIONADOS DE FILOSOFIA DA ECONOMIA.Ramiro Ávila Peres, André Nascimento Pontes & Mariana Kuhn de Oliveira - 2022 - Pelotas - Princesa, Pelotas - RS, Brasil: Ufpel.
    Translation into Portuguese of SEP entries on Philosophy of Economics.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47. O Ensino de Linguagem Entre a Tradição e as Perspectivas Científicas: Diretrizes para uma Abordagem Transdisciplinar.Marco Bispo dos Santos - 2010 - Dissertation, Ufba, Brazil
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48. Cinco dificultades para construir la historia de la filosofía africana.Antonio de Diego Gonzalez - 2013 - Contrastes: Revista Internacional de Filosofía 18:211-222.
    RESUMENDesde la teoría postcolonial se han cuestionado los modelos de historia de las ideas impuestos por el africanismo y el orientalismo. Diferentes teóricos africanos –Bachir Diagne, Mundimbe, Wiredu o Kete Asante– han formulado diversas soluciones para superar las dificultades. Este trabajo explora las principales dificultades y las propuestas para elaborar una historia de la Filosofía africana. -/- The postcolonial theory was questioning the patterns of History of Ideas imposed by Orientalism and Africanism. Different African theorists –Bachir Diagne, Mundimbe, Kete Asante (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49.  88
    A ordem do discurso e a violência simbólica nos pcn e nas ocn: em questão a (id) entidade do professor de português construída sob a força de lei.Alex Pereira De Araújo - 2011 - Dissertation, Universidade Estadual de Santa Cruz
    Entendendo a identidade como construção ideológica, esta pesquisa busca refletir sobre a identidade dos professores de língua portuguesa construída nos Parâmetros Curriculares Nacionais e nas Orientações Curriculares Nacionais para o ensino de língua portuguesa, os quais impõem uma nova postura teórica e prática a estes profissionais. Dito de outra forma, pretende-se apresentar e discutir os resultados de uma análise discursiva das representações da (s) identidade (s) e competências atribuídas aos professores, enfatizando as representações sociais da profissão do professor na (...)
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  50. Estudios de filosofía contemporánea by Ricardo Navia.Pablo Melogno - 2011 - Filosofia Unisinos 12 (2):187-191.
    Estudios de filosofía contemporánea, lleva por título este volumen que reúne varios trabajos del Prof. Ricardo Navia, algunos publicados previamente en revistas especializadas de Brasil y Perú, otros que se editan por primera vez. No obstante tratarse de artículos independientes, la obra presenta continuidad temática en torno a problemas de teoría del conocimiento, filosofía del lenguaje y metafilosofía, especialmente centrados en la filosofía de la segunda mitad del siglo XX.
    Download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 1000